Capeia Arraiana soube que António Gata aceitou o convite de Joaquim Ricardo para encabeçar a lista de candidatos do Movimento Partido da Terra (MPT) à Assembleia Municipal do Sabugal nas eleições autárquicas de Outubro.

António GataAntónio Gata é natural de Vilar Maior, terra de onde foi presidente da Junta de Freguesia durante vários mandatos, mas que há alguns anos estava retirado da política activa. Desde sempre ligado ao PSD, o agora candidato pelo MPT, há muito que discordava das escolhas políticas do seu partido para o concelho do Sabugal, pelo que esse «divórcio» com os sociais-democratas culmina agora com a candidatura nas listas de Joaquim Ricardo.
Entretanto o blogue da candidatura de Joaquim Ricardo anunciou o sétimo e último elemento da lista de candidatos do MPT ao executivo camarário.
«Finalmente, temos o prazer de apresentar o número 7 da nossa lista à Câmara Municipal do Sabugal», diz-se na página oficial da candidatura, que apresenta Luísa Sanches, de 34 anos, natural e residente em Alfaiates, empregada de escritório.
Para o fecho da lista à Câmara o partido tem agora apenas de procurar três suplentes.