Domingo, 8 de Novembro de 2009

Tempos que já lá vão

(foto cedida por um dos fotografados)

Segundo os meus cálculos é fotografia de 1968. Será?

 

publicado por julmar às 22:27
link do post | comentar | favorito
|
31 comentários:
De Jarmeleiro a 9 de Novembro de 2009 às 18:53
Já lá vão os tempos em que alguns reclames entravam nos ouvidos que nem setas e por môr disso inda hoje andam cá dentro da cabeça a martelar. Um desses reclames era sobre um lava roupa e dezia mais ou menos assim: Lave com OMO; Branco mais branco não há. Ora eu que gosto de ver aqui os retratos no blog, princepalmente os desses tempos e até mais antigos que sejam, é como quem me arranca os dentes chegar aqui e ver tudo branco. E quando assim é vem-me logo á ideia se essa tal marca de lava ropa não anda por aqui às vezes a fazer judiarias, deixando tudo alvo de neve. E pra maior relisse, é o tempo gasto e o espaço desaproveitado, assim a modos como quem prepara uma tapada pra semear o pão e depois ou por artes ou por partes deixá-la ficar de relva. Bonito , não é.
Tanham uma bôa noute.


De Júlio marques a 9 de Novembro de 2009 às 21:19
Eu entendo o seu abespinhamento. E faz muito bem comparar isto com a lavoura: se quer lavrarmuito fundo e a junta de vacas é fraca ... arreia.
A solução é levantar a relha. Fica um serviço menos bem feito mas é a maneira de o fazer.
Foi o que acabei de fazer ao tirar peso à fotografia.
Vamos lá ver o que dá.
De todo o modo, obrigado pelo reparo.
Uma boa noite


De Jarmeleiro a 9 de Novembro de 2009 às 22:37
O meu grande bem hajaPor ter resolvido Isto. E olhe que até lhe digo que era uma pena um retrato destes, tirado num sítio destes e com cinco rapazes vergalhudos como estes, não ter assento no blog. Pralém disso fico contente por saber que o Sr. Dotor tamém sabe dessas cousas do amanho da terra, mas não admira vindo de aonde vem. E já dezia mê pai, que o segredo de bem lavrar está no tempero do arado. Quanto aos rapazolas do retrato tenho cá as minhas ideias mas a coisa dá que pensar e por ora nada adianto.
Tanha uma bôa noute.


De Pirilampo a 9 de Novembro de 2009 às 22:48
Como diz o outro (o tal gordo): as coisas que estes homens sabem. Louvado seja o senhor!!!!!!!.


De Tonto de Valongo a 10 de Novembro de 2009 às 10:39
Esta nem ao demo lembraria!!!!.....o Doutor Júlio a tirar dali pesos.....lá foram mais três ou quatro pedras das muralhas para o chão. Das pessoas não poderia ser que já magricelas estão ela. Além do mais e tocando neste pormenor, vejam que o fotógrafo, além de estar posicionado num plano já de si inferior, parece ter-se deitado para dar aos fotografados o aspecto que que se pode observar - as pernas parecem de gigantones tal a desproporção com o resto do corpo.
Deve ser como diz outro comentarista a descoberta da pólvora seca.
Nota:
há assuntos como o intróito desta comentário em que nem a brincar se devem referir determinadas coisas, mas está dito---está dito.


De Lian a 10 de Novembro de 2009 às 11:12
Se os rapazes, ou parte deles forem os que eu penso, até nem são nada baixotes. O fotógrafo não tendo, por certo, ao tempo, uma máquina sofisticada como as dos dias de hoje, valeu-se do velho truque usado até pelos grandes monstros da fotografia dos velhos temos. E até nem se saiu nada mal, sendo de realçar que a matéria prima também ajudou.
Um bom dia para todos.


De Tonto de Valongo a 10 de Novembro de 2009 às 17:55
A Lian tem razão mas o facto é que o fotografo exagerou e "gerou" uma desproporção medonha entre o comprimento real das pernas e o tronco.
E afinal a opinião não sei unânime é que os rapazes são jeitosos (não se preocupem que eu tenho aqui um lençol mesmo ao lado)
Chega-se então à conclusão que havia "bom material" na vila tanto do sexo feminino como do masculino
Ai que saudades desses velhos tempos!!!.
Não tínhamos internet nem outras coisas que tais mas mas que deixaram saudades, lá isso deixaram.


De Lian a 10 de Novembro de 2009 às 19:49
Se o fotógrafo exagerou, se o fez de propósito ou inadvertidamente não sei. Interessa dizer, isso sim, que os reconheci a todos excepto ao Albino Dias . De todos eles, conheço melhor o Carlos que foi quem me ensinou, por essa altura, a dar os meus primeiros passos na dança principalmente nos bailaricos por altura da festa de Setembro. E como sei que não sou nenhuma trôpega a dançar, só posso dizer que foi um bom professor. E que saudades eu sinto desses belos tempos.
Uma boa noite para todos.


De Anónimo a 12 de Novembro de 2009 às 17:07
Que riqueza uma mãe deve ter, quando vê os seus filhos tão jeitosos, e hoje todos bem na vida deles. E maravilhoso para uma mãe. Eu também conheço pelo menos três , um deles ainda foi meu namorado, quando eu tinha 17 o 18 anos, já lá vai muito muito tempo.


De UM DELES a 12 de Novembro de 2009 às 18:41
Qual foi? Qual foi?
Pois é! Ele havia uns mais namoradeiros, outros mais recatados, mas vá lá saber-se qual deles foi. Se ao menos dissesse o ano em que começou o romance, já seria uma pequena ajuda. É que, de facto, passaram muitos anos.
De todo o modo e seja quem for , desejo que tenha tido uma vida plena de felicidade.
Muito boa noite.


De Outro deles a 13 de Novembro de 2009 às 01:37
Assunto que me deixa deveras intrigado pois não consigo aliar qualquer tipo re relação entre esta afirmação e qualquer deles Se Um Deles diz, é porque é verdade , certo é que eu não enxergo. Estamos como na história do evangelho "serei eu senhor "?.
Mistério!!!!---


De Do segundo a 13 de Novembro de 2009 às 01:42
De mim essa história não reza, sabe-se lá se feliz ou infelizmente. Coisas de destinos não nos compete a nós (porventura felizmente).


De Do Segundo a 13 de Novembro de 2009 às 01:47
A posição não era esta na grelha, estava a responder a anónimo.
Está feita a correcção.


De Tonto de Valongo a 13 de Novembro de 2009 às 23:21
Bem isto será mesmo uma conversa de tonto mas fico admirado como é que Lian , finalmente abriu um pouco o livro e nos deu a conhecer alguns pormenores. Não quero saber e nem interessa a pessoa em termos de identificação mas , na verdade com certa graça revelou-nos que é do sexo feminino. Naturalmente o Carlos não ia ensinar um jovem a dançar. Alem disso há os termos femininos usados.
Quanto ás saudades desses velhos tempos, não será difícil, no mínimo recordá-los e na altura da festa saltar para a praça e dançar como nesses velhos tempos.
Por mim e nesse capítulo "nunca perdi a mão" e toca a dançar como sempre o fiz.


De Vila a 9 de Novembro de 2009 às 22:31
Caro Jarmeleiro e eu vou ainda tentar dar um retoque nesta foto e se melhorar mando-a de novo ao Senhor Director do blog para que a publique.
Claro que isto é como mandar um aparelho de música concertar a quem sabe. Vamos ver no que dá.
Isto porque entendi que o senhor Jarmeleiro se referia ao branco da fotografia e não propriamente ao que , acontece por vezes, que vem a folha em branco. Talvez amanhã se o artista tiver tempo de fazer isso.
Boa nôte para si.


De Jarmeleiro a 9 de Novembro de 2009 às 22:49
Ó Sr. Vila. Vocemeçê desculpe lá mas parece que está a cassoar comigo. O home: Atão como é que me havia de estar a referir ao branco do retrato se eu nunca o tinha visto. Saiba que quando puz o meu primeiro comentário não havia ali retrato menhum. Ou não leu bem o que o director do blogue disse a seguir a mim. Ora esta hã!!!.


De Vila a 9 de Novembro de 2009 às 23:05
Senhor Jarmelleiro em toda a razão em falar assim e isto acontece ás pessoas lampeiras e não olham primeiro e tratam de ler os restantes comentários. De facto ainda não tinha lido o do senhor Doutor Júlio. Mesmo assim, agora que mandei a fotografia para concertar, se ficar melhor ainda envio para se ver a diferença...até pode ser que já não tenha concerto dada a sua idade. Nós é que depois de determinada idade, já não há concerto que nos valha até nos dar o treco .


De Vila a 9 de Novembro de 2009 às 22:45
Sim deve andar por aí. Sei que antes não podia ser; antes dessa data eu não teria dinheiro para acalentar o vício que facilmente se pode constatar.
Felizmente há muito que foi banido e em boa hora o fiz por razóes óbvias que são do conhecimento geral.


De Vasco da Gama a 9 de Novembro de 2009 às 22:58
Pois não fui eu não senhor, foi ele é que descobriu o caminho marítimo para a Índia Isto a propósito de um um pormenor que eventualmente pode escapar a muitos outros e que ainda não tenham descoberto: ao submeter o texto no "verificar ortografia", se clikarem encima da palavra que está dada como errada com o lado esquerdo do rato, aparece-vos uma lista onde se encontra o termo correcto e é só clicar no mesmo que ele toma o lugar do errado - experimentem


De PEDRO A CABRALl a 9 de Novembro de 2009 às 23:16
E eu descobri a pólvora (seca).


De Tintim por Tintim a 10 de Novembro de 2009 às 10:12
Voltemos ao comentário da fotografia em si...
Podia, nesta altura, fazer parte de um catálogo de moda. Os rapazes, que parecem ser todos mais ou menos da mesma idade, parecem estar a fazer uma pose para o fotógrafo. Todos eles, compenetrados com o olhar fixo na câmara.
A porta do castelo, como background da fotografia, dá-lhe um ar sofisticado.


De tONTO DE vALONGO a 10 de Novembro de 2009 às 23:00
Acontece que apenas dois dos rapazes são da mesma idade. Há três cujas idades (tenho essa informação) difere de dois anos entre si e o 5º mais velho um pouco.


De Pirilampo a 10 de Novembro de 2009 às 10:46
Depois de muitos pareceres, espero que alguém se lembre de proferir o nome das pessoas, ainda que conheça algumas, não sei exactamente a identificação de todos os personagens. As que conheço não as refiro já para ver até que ponto vão os conhecimentos e a perspicácia dos comentaristas. Há muitas pessoas que não conheço mas há outras que conheço (eu sei de que estou a falar).


De Espertinha a 10 de Novembro de 2009 às 13:40
Bela foto. Cinco garbosos jovens, alguns deles agora já com netos. Júlio Marques, João Marques, Albino Dias, Carlos Marques e Manuel Marques. Ainda dizem que na Vila havia belas moçoilas. Os rapazes não lhes ficavam atrás.


De Anónimo a 10 de Novembro de 2009 às 18:14
Obrigado Espertinha. Olha que parece mentira mas eu não tinha dúvidas no Carlos e nem por sombra me passava que o 5º passageiro fosse o Manel ......ele há cada coisa!!!!ter fama e proveito de não conhecer as pessoas mas não conhecer estas duas ultimas---é demais.
Muito gostava de saber quem tinha sido o fotógrafo.


De Vila a 10 de Novembro de 2009 às 18:24
Apenas para corrigir o "anónimo" anterior para Vila.


De Tiz a 10 de Novembro de 2009 às 19:19
só para dar as boas vindas ao Vila , tem andado adormecido .. já á muito que não o víamos por aqui ...


De Tonto de Valongo a 10 de Novembro de 2009 às 23:12
O Vila, não será homem de andar a dormir na forma como possa parecer, digo isto porque até acho que tem estado bastante activo ao longo dos vários episódios que vão aparecendo no blog. Peço desculpa a este (a) comentador (a) que dá pelo nome de Tiz , mas ela é que parece que de quando em vez se eclipsa um pouquinho, saltando logo para a liça se a coisa vai de brincadeira. Desculpe-me a minha opinião, mas é aquilo que me é dado constatar; não passa de mera opinião pessoal.


De Espertinha a 11 de Novembro de 2009 às 13:09
Porque também devemos falar do que está bem, reparem na entrada do castelo da Vila, na foto acima. Pedras e pedregulhos soltos por todo o lado, silvas a tomarem conta da entrada. Felizmente agora está com um ar mais apresentável e de melhor acesso.
Boa tarde para todos


De lena a 10 de Novembro de 2009 às 16:52
Olá!
As fotos a preto e branco têm imenso valor.Um dia refiz um album de fotos do meu pai,inteirinho,a preto e branco. Ficou deslumbrante.

Aproveito e reitero um convite:
Participe na Blogagem de Novembro do blogue www.aldeiadaminhavida.blogspot.com
O tema é: O meu Magusto.
Basta enviar um texto máximo 25 linhas e 1 foto para aminhaldeia@sapo.pt
Participe!

Abraço
Lena


De Anónimo a 10 de Novembro de 2009 às 22:42
Divergências na primeira Reunião de Câmara Proposta para a criação de mais dois cargos de vereadores indeferida

Realizou-se esta manhã, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Sabugal a primeira Reunião de Câmara, depois da tomada de posse do novo executivo camarário. Esta ficou marcada por algumas divergências em relação às propostas apresentadas.

Pouco passava das 10 horas quando se deu início à Reunião de Câmara, onde estiveram presentes, o Presidente da Câmara Municipal do Sabugal, António Robalo e os seis vereadores eleitos (Delfina Leal, Ernesto Cunha, António Dionísio, Luís Sanches, Sandra Fortuna e Joaquim Ricardo). A primeira reunião de muitas, após a tomada de posse na passada sexta-feira, dia 30 de Outubro.

Um ambiente algo tenso, que profetizou aquilo que aconteceu com a apresentação e desenrolar das propostas presentes na Ordem de trabalhos desta reunião, nomeadamente em relação à criação de mais dois cargos vereadores, que foi deferida e, à proposta para a nomeação do Concelho de Administração da Empresa Municipal – Sabugal +, que, posteriormente, foi retirada pelo Presidente.

Veja mais pormenores no cinco quinas


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


.posts recentes

. Contradições - O Riba-Côa...

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

. Sinalização

. Um sítio para pousar a ca...

. Orca, a terra do senhor F...

. Ó sino da minha aldeia

. Que se passa?

. Demografia - Nonagenários...

. Vida de cão!

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds