Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

Outros tempos

(Foto de Carlos Marques)

Corria o ano de 1969. O local é por demais conhecido de todos os conterrâneos e não só. Quanto aos personagens, fica para mais tarde. Era uma época em que na Vila, a vida ainda fervilhava por todo o lado; Nas casa, nos campos, nas ruas... Cumpriam-se rituais e tradições ancestrais transmitidas de geração em geração. E uma dessas tradições, é-nos mostrada pela imagem, e consistia no seguinte: Nas vésperas da festa do Senhor dos Aflitos, os rapazes que já tivessem pago o vinho, iam pela calada da noite "roubar" vasos de flôres às casas das raparigas solteiras, com os quais enfeitavam os chafarizes, a primorando-se mais com o da Praça. Porém e como diz o poeta, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades e... Hoje em dia já não existem rapazes nem raparigas solteiras na Vila e o chafariz também já ali não mora. Consequentemente, perante tal cenário, não há tradições que resistam.
Carlos Marques

publicado por julmar às 20:58
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Carlos Marques a 22 de Setembro de 2010 às 01:19
Corria o ano de 1969. O local é por demais conhecido de todos os conterrâneos e não só. Quanto aos personagens, fica para mais tarde. Era uma época em que na Vila, a vida ainda fervilhava por todo o lado; Nas casa, nos campos, nas ruas... Cumpriam-se rituais e tradições ancestrais transmitidas de geração em geração. E uma dessas tradições, é-nos mostrada pela imagem, e consistia no seguinte: Nas vésperas da festa do Senhor dos Aflitos, os rapazes que já tivessem pago o vinho, iam pela calada da noite "roubar" vasos de flôres às casas das raparigas solteiras, com os quais enfeitavam os chafarizes, a primorando-se mais com o da Praça. Porém e como diz o poeta, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades e... Hoje em dia já não existem rapazes nem raparigas solteiras na Vila e o chafariz também já ali não mora. Consequentemente, perante tal cenário, não há tradições que resistam.
Carlos Marques


De Vila a 23 de Setembro de 2010 às 10:34
Certeza no que diz respeito a identificação de pessoas, apenas duas. Uma delas ninguém reconhecerá pois trata-se do meu saudoso amigo Carlos Neves (aluno do Instituto Industrial de Coimbra, natural de Chão de Maçãs no concelho de Fátima). Nunca mais o vi, passados que foram uns 42 anos). Pessoas que passaram na nossa vida e dificilmente se reverão!!.


De Pedro Cardoso a 28 de Setembro de 2010 às 16:03
Muito boa tarde,

Haverá muitos Carlos Neves por esse país fora, no entanto, eu conheço um na zona de Leiria-Fátima, responsável por uma empresa de software.
Um abraço


De Vila a 1 de Outubro de 2010 às 21:47
Muito tarde dei com este comentário do Pedro. Quem sabe se esse podia ser o meu saudoso amigo?!.
É uma questão que terá de começar pela idade e ele terá uns 56 anos. Acabaram os programas que a sic tinha para esse fim. Quem sabe se o encontraria através desse maio?!!!.


De Anónimo a 23 de Setembro de 2010 às 10:41
Reconheço todos menos um. Até parece uma foto de casamento, mas não é, porque a noiva só tinha 14 anos, à data.


De Carlos Marques a 23 de Setembro de 2010 às 14:19
Gostei dessa perspicaz tirada relativa à foto de casamento e à tenra idade da noiva. Sublime.
C.M


De Vila a 23 de Setembro de 2010 às 21:28
Esse par de noivos seria de todo impossível porquanto, se não houver erro da minha parte, tratar-se-ia de dois irmãos.
Vá, mais ajudas!!.


De Mau, mau maria... a 23 de Setembro de 2010 às 22:22
Irmãos? AH AHA AH. Deixem-me rir.


De Anónimo a 24 de Setembro de 2010 às 10:04
Irmãos sim, porque não? Primos direitos e criados como irmãos...irmãos são.


De Mau, mau, maria a 24 de Setembro de 2010 às 13:04
Nessa perspectiva, concedo-lhe razão. Mas, falava-se de noivos? Eu não queria falar em relações incestuosas.
Não leve isto muito a peito, que eu também não.


De Anónimo a 24 de Setembro de 2010 às 13:53
Oh Mau, mau Maria, eu não levo nada a mal. O meu anterior comentário foi para lançar mais uma dica para quem quiser adivinhar, o que não será fácil. Embora, não sendo para si dificil, uma vez que faz parte da foto, já o Vila está um pouco às escuras.


De Vila a 24 de Setembro de 2010 às 15:39
Estou mesmo sem dar aresto!!...por outra via já tomei conhecimento de que estava errado. Na verdade o parzinho parecia-me que seria composto pelo Bino e pela Carmelina.
As minhas desculpas para os visados....até acho engraçado, não havendo ponta de maldade nos meus "desacertos".


De Vila a 26 de Setembro de 2010 às 23:09
No facebook já vi a identificação dos personagens, acrescentando que o rapaz das patilhas era o meu grande amigo Carlos Neves, ficando sem saber quem é o senhor dos óculos escuros e o outro galafarra que está no 1º andar.


De Carlos Marques a 26 de Setembro de 2010 às 23:36
Ora então, vamos lá dar o retoque final no assunto, dizendo quem é quem. Quanto ao "casalinho de noivos" (como alguém disse com graça"), sou eu e a minha prima Carmelina Gonçalves; atrás, a sua irmã Olívia Dias; A menina empoleirada lá bem no alto, é a minha irmã Isabel; O moço de cigarro nos queixos, embora não tendo a certeza, julgo ser um dos filhos da D. Julieta (sobrino de Carlos Freire). O de camisa branca é um amigo do meu irmão João (que estava a fazer de fotógrafo) e o mocetão de óculos, que infelizmente já nos deixou, é o Manuel Cereira (do ti Lucrécio).
Cumprimentos,
C. M.


De Vila a 27 de Setembro de 2010 às 17:00
Bem haja pelo esclarecimento.


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds