Domingo, 13 de Fevereiro de 2011

Acácia do Pelourinho

(fotografia tirada em 12-02-2011)

Árvore centenária, testemunha de quem entra e sai na vila, de tristezas e alegrias, de cortejos casamenteiros e de acompanhamentos à última morada, das procissões festivas, das rondas dos rapazes, dos bailes da praça, dos cavadores de enxada ao ombro, dos ceifadores e dos carrs de bois. E quantos segredos guardas ...

Parte de ti, moldou-se em escultura de mulher. A outra em breve com a Primavera voltará a rejuvenescer, a vestir-se de folhagem. Não me esquecerei de no próximo verão gozar a tua sombra ... para que sejas minha testemunha .

publicado por julmar às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Susana Marques a 14 de Fevereiro de 2011 às 18:47
Deste lado da acácia, consigo reparar na imagem de uma mulher, em cuja cabeça tem um lenço e estará, porventura, a carpir a morte de um ente querido.


De Vila a 15 de Fevereiro de 2011 às 14:14
Ângulos diferentes de ver a "mulher": reparando na cabeça, a senhora também pode ter o cabelo apanhado fazendo um tótó. Os braços estão bem, mas as mãos é que devem ter sido implantadas após algum acidente!.......


De Contrabandista a 14 de Fevereiro de 2011 às 19:54
E se ao lado se plantasse um carvalho?
A saúde da acácia não lhe faz adivinhar muitos anos de vida.
E a acácia é uma infestante nas nossas terras, vinda da américa do sul e da austrália. E, ainda por cima, é planta macónica.
O carvalho, além de nosso, evoca guernica.


De O ilustrado a 14 de Fevereiro de 2011 às 21:10
Para contrabandista não está mal ! defender o que é genuíno. Esta acácia náo é infestante e se veio da América do Sul foi muito bem vinda. Quanto à saúde dela cuidado co os vaticínios!
Já viu partir muitos, quem sabe se não nos verá partir!


De Atento a 17 de Fevereiro de 2011 às 11:17
O carvalho também é maçónico... A simbologia dos dois é a mesma. A folha daquela e a lande deste significam a perenidade, renovação, o ciclo perpétuo da natureza.


De Jarmeleiro a 20 de Fevereiro de 2011 às 23:58
Ora, vendo eu isto por aqui meio enpancado , resolvi-me a escrever umas linhas sobre esta antiguíssima árvore, que de tão velha que é já faz parte da história da Vila, tendo ela própria a sua história. É verdade que um carvalho é sempre um carvalho e sendo ele uma das árvores da minha preferência, justo será dezer que esta alcácia é pra mim um monumento, que nada fica a dever aos outros mais badalados da Vila, mais não seija pla idade. E até me estrevo a dezer que será tão velha que até terá visto nascer o peloirinho seu companheiro de muntos anos e nele há de ter visto serem torturados muntos dos malfeitores
d ' antão antes de serem levados a cumprir pena capital aos Chães da Forca. E isto que digo não é invenção minha, pois sendo eu garoto em altura que esta velha álcácia já me parcia tão velha quanto é hoje, estando eu à sua a sombra com outros garotos da minha idade, começámos a ateimar uns com os outros sobre os anos que ela poderia ter, mas não saíamos dali. Nisto, indo a passar o ti Francisco Cerdeira, homem nessa altura na casa dos oitenta anos (pai da ti Laurinda Cerdeira), que morava mesmo em frente, entendemos nós que seria ele a pessoa certa para nos dezer a idade e lá fomos nós. E à nossa prégunta o ancião respondeu:
Olhai rapazes eu não sei quantos anos ela possa ter, mas quando era da vossa idade préguntei isso ao meu avô, tendo-me ele dito que quando ele era garoto já ela estava velha e meia arruinada. Ora, fazendo as contas, já lá vão muntos anos. Por isso mesmo eu digo que esta bela alcácia está para durar e não vai cair tão depressai. Sabemos que nesta vida tudo morre e a velha alcácia tamém não terá escapatória ao fatal destino. Mas ávore que é e plo que representa, háde morrer de pé.
Munta bôa noute pra todos.


De Coveiro a 21 de Fevereiro de 2011 às 15:20
Morta? Parcialmente, sim. Mas... de pé, como as verdadeiras ávores. E como a regeneração mora mesmo ali ao lado, há que arrumar as ferramentas.


De Manuel Maria a 23 de Fevereiro de 2011 às 12:58
estas árvores duram mais de mil anos.


De graminês a 16 de Fevereiro de 2011 às 15:00
Rebolosa é a freguesia anfitriã da“40ª Caminhada pelo Interior” promovida pela Câmara Municipal de Sabugal.
É já no próximo Domingo, dia 20 de Fevereiro, e todos os interessados em participar, marcarão presença no Largo de Santa Catarina, quando forem 9h00, prontos para a partida, cujo início será às 9h15.
As inscrições para o almoço já estão abertas e serão aceites até ao dia 18 do corrente mês através do telefone n.º 271 751 040. O pagamento dessa inscrição (3.50€ por pessoa) será efectuado no local de início da caminhada. Quem não pretenda almoçar e queira participar na caminhada, não precisa de se inscrever, bastando para isso comparecer à hora da partida e caminhar.
O pequeno-almoço prevê-se que seja cerca das 10h15 no Escabralhado.
O almoço está previsto para as 13h00 e será servido no Salão da sede da Associação Cultural e Desportiva da Rebolosa.


De O Ilustrado a 16 de Fevereiro de 2011 às 21:23
Não tivesse eu almoço marcado com companheiros que ã mesa são valentes , pelas bandas de Castelo de Paiva e era desta que eu iria provar o graminês


De Manuel Maria a 23 de Fevereiro de 2011 às 13:01
A prova da vetustez da Acácia:

Deixaste passar a estação das flores e da fruta
e as pétalas das roseiras caíram,
secaram os figos na árvore, esquecidos.
Deixaste o tempo do amor passar,
deixaste partir os homens e os poetas.

Descansas agora sob a velha acácia do largo
com todo o vagar do mundo nos olhos,
um extremo cansaço nos ombros,
absorta no interminavel silêncio da tarde.
As tuas lembranças trazem a chuva de Outono,
os braços caídos são ramos que mergulham na terra encharcada...
Chegaria uma leve brisa nessse restolho seco da tua alma
uma faúlha no ar incendiando o céu,
para a seiva te subir pelos flancos como um rio,
os teus lábios me saberem de novo a mosto,
uma rosa nova florir no teu cabelo.


De Trovador a 23 de Fevereiro de 2011 às 23:39
Cantam os poetas, os ribacudanos ;
E quando cantam ...
Encantam.

Gostei, Manuel Maria.


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Lendas de Portugal

. Requiescat in Pace, Ana D...

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds