Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

Simplesmente Maria

A mulher que de enxada na mão prepara a terra para a próxima sementeira é Maria da Cruz.. Proprietária da casa renovada que se vê nesta fotografia. Estas são as pessoas que fazem a diferença pela positiva. Humanizam a paisagem: a rural e a urbana. Uma mulher de diálogo presente na imagem em que cava a terra, a domina e a obriga a entregar-lhe os frutos que a alimentarão. Talvez umas batatas secadais, que a água do rio não chega aqui. Uma mulher que não falando, nunca deixei de entender o que tinha para dizer. Da última vez contou-me da ida ao médico, do que este lhe dissera, da ambulância que a transportara, de uma maneira fácil e clara através do gesto e da mímica.

Esta é a gente que faz muito pela vila
Quanto ao prémio:

O Vencedor, aquando do arranque das batatas ajudará a Maria na tarefa. Das batatas rachadas poderá cozê-las e comê-las. Como os tempos vão diferentes acompanhe-as de uma posta de bacalhau assado nas brasas com que cozeu o caldeiro das batatas. Regue com um bom azeite. Arranje um bom vinho. Nesta parte terei todo o gosto em ser convidado. Prometo não me fazer rogado.

 

publicado por julmar às 21:59
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Contra a vaidade

Tempo de  quaresma, tempo de pensar  a  nossa humílima condição.

Memine, homine, quia pulvis es et in pulvis reverteris

Lembra-te homem que és pó e ao pó hás de voltar. 

 

E se te perderes ... que valha a pena

 

«E se um dia hei-de ser pó,cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...»

Florbela Espanca

 

publicado por julmar às 22:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

Quem é?

Todos os vilarmaiorenses a conhecem. Quem é? Tem direito a prémio.

publicado por julmar às 21:15
link do post | comentar | ver comentários (43) | favorito
|

Pretérito mais que perfeito

Ainda que seja dia de carnaval, ninguém está fantasiado. Trata-se de uma cena da vida real de uma vida (cada vez menos) quotidiana.

publicado por julmar às 21:09
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

As obras

Avenidas, ruas, vielas e becos calcetados; largos arranjados; iluminação, saneamento, abastecimento de água; quase concluídas, portanto, obras de grande envergadura, infra-estruturas necessárias ao desenvolvimento. Talvez tarde, demasiado  tarde. Obras públicas que tardaram mas chegaram. É preciso que chegue agora a iniciativa privada. Aceitam-se ideias, e, sobretudo acções. Num mundo inseguro, nunca se sabe quando investir aqui seja uma boa opção. A terra vale pouco, a terra dá pouco. Nunca esqueci as palavras de um personagem do célebre romance «E Tudo o Vento Levou»: - Quando tudo se foi, a terra é tudo o que resta.

 

publicado por julmar às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

Tarde de Domingo na praça - João Martins

Na taberna dos Gatas
os velhos vêem jogar a "raioula"
e contam histórias de tempos antigos.
O "Ti Zé Franco", encostado à bengala,
observa as moedas a picarem sobre a raia.
Ficam todos suspensos, mede-se à palhinha:
O "Ti Cunha" está mais perto que o Bernardino.

-Trinta bons por cima!

Ganha o "vilhelas" ao "sabias"!
Um milharuco,
plana sobre a praça.

Passam as beatas para o terço.
Põe-se o sol no Castelo. 

A sombra cobre o penicoto

publicado por julmar às 22:26
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2009

Bogalhadas

Bugalho ou bugalha

O Carnaval - adeus ó carne! era comemorado gastronomicamente em Vilar Maior no Domingo Gordo com o bucho cozido mais o toucinho e enchido acompanhado pelo vinho carrascão. Os miúdos pelas ruas de chocalhos, guizas e campaínhas na mão saudavam-no: - Vivó Entrudo!

Alguns folgazões não perdiam a ocasião para parodiarem o que durante o resto do ano eram obrigados a respeitar. 

Lá ia um com o molho de cornos às costas acompanhado de outro que levava os cambos (a tradicional balança com fiel). Chegados junto de um grupo de homens, perguntava: Quem compra os cornos? Dizia um: -Aqui está tudo servido! O outro acertando o fiel da balança: - É tão certo!

A rapaziada aproveitava para fazer partidas e deitar as bogalhadas.

Os novos que não entenderem perguntem aos mais velhos.

publicado por julmar às 21:55
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2009

metamorfoses

 

publicado por julmar às 22:04
link do post | comentar | ver comentários (38) | favorito
|
Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2009

Lembrar o Padre Luís Silveira

http://www.youtube.com/watch?v=tLl0PwUNWmA

publicado por julmar às 22:29
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

El condor passa una vez mas

Um comentador que teve a dita de o ver tão de perto

publicado por julmar às 09:41
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Ter uma aldeia

. Porque hoje é dia da mãe

. O que me liga ao concelho...

. Os Martírios da Paixão

. Restaurar a Forca da Vila...

. Requiescat in Pace, Mique...

. O Presidente Marcelo visi...

. Requiescat in pace, Alexa...

. Gente da Vila, Quem são?

. Visita do bispo a Vilar M...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds