Sábado, 28 de Novembro de 2009

Para recordar

Até parece que foi há muito tempo...

publicado por julmar às 15:31
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

Desafio

 

(Foto do Livro Rumo à Terra dos Sonhos»

 

 «O sonho comanda a vida

 

E sempre que o homem sonha

 

O mundo pula e avança …»

António Gedeão

 

Pedra Filosofal é um poema de A. Gedeão que a voz de Manuel Freire imortalizou.

Para quem nasceu/viveu/vive em Vilar Maior alguns dos seus sonhos, hão-de certamente passar por aqui.

O desafio é descrever como é o seu sonho. E lembre-se que o sonho não é ilusão.

Vá lá! Não tenha medo de sonhar!

publicado por julmar às 18:51
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009

O CONTADOR

Não se trata de um contador de histórias. Mas se reparou no lado esquerdo do corpo da página aparece um nº (neste momento 50097). Indica o nº de visitas feitas ao blog – neste momento cinquenta mil e noventa e sete. Este é o nº de visitas desde Maio de 2009 que foi quando instalei o dito contador. É muito? É pouco?

Para mim o importante é contribuir para que os vilarmaiorenses possam contactar com as raízes, avivar a memória, falar do futuro … e divertirem-se. E cá para mim, há gente que começou a gostar de escrever e há mesmo gente a escrever muito bem. E há muita história antiga, muitas fotos de família que bem podiam ser partilhadas neste lugar. Aguardamos.

publicado por julmar às 17:17
link do post | comentar | ver comentários (40) | favorito
|
Domingo, 22 de Novembro de 2009

A Matança do marrano - Manuel Fonseca

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       Já lá vai o tempo em que por esta altura do ano começavam os preparativos para a tradicional matança do marrano visto que a feira da santa catarina está proxima e segundo reza a historia, os mais velhos comentam a respeito da licença para matar os ditos animais em que era, ir á feira da sta  catarina á Rebolosa dia 25 de novembro e a partir daí se dava inicio ao festim, para alguns e o fim de vida para outros, sim dia da matança era... um dia diferente! aínda me lembro a seguir ao chamuscar do bicho nós miúdos apanharmos as unhas do mesmo e punhamo-nos a ruelas depois comía-se o embigálho e o resto que havia á mesa, á noite enquanto se faziam as morcelas comiam-se as "próvas"que era a massa de fazer as  morcelas acompanhar com batatas cozidas e uns grelos sem faltar o saboroso "caldo de repôlho" ó que saúdades que eu tenho desses tempos em que sabíamos o que comíamos, aínda me lembro quando a minha falecida mãe ía com um cesto e uma foice apanhar as ortigas e cardos para fazer a "vianda" para alimentar os saborósos "presuntos" que mais tarde viriamos a comer ...ortigas e cardos dirão, pois é, é que as hortas nem sempre tinham mantimento suficiente para alimentar os bichos e tinham que se "sevár" para estarem prontos par o tal dia.resumindo e concluindo a tradição já não é o que era e a qualidade da carne também não mas enfim, nos somos aquilo que comemos.        

Manuel Fonseca            

publicado por julmar às 22:19
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Sábado, 21 de Novembro de 2009

A na tureza é prodigiosa

Eis a generosidade da natureza que apesar da incúria do homem nos oferece os seus ubérrimos frutos

publicado por julmar às 14:18
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Música de Loriga

Em pesquisa pela net, dei com esta fotografia que refere tratar-se da Música de Loriga em Vilar Maior no ano de 1956. Os garotos, a garota? Pode ser qualquer um sexagenário.

 

 

 

publicado por julmar às 18:47
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Novembro de 2009

Passeio pedestre - Planear atempadamente

Trago à 1ª página o comentário inserto no post «Acudam à Ponte» de Manuel Fonseca

«Já agora por falar na ponte que tal se o proximo passeio pedestre a realizar em vilar maior se chama-se "rota das pontes" ou "salvemos as pontes" reparem, saída do castelo as 8h da manhã com o estomago bem aconchegado principalmente com fruta (bananas) descida até ao pinguelo com um visita ao pombal e sepulturas escavadas na rocha, mais a baixo as retórtas depois passando pela ponte da guarda de seguida as poldras do moinho de agostinho mais acima o pontão da quinta dos rebochos depois o do porto do sabugal de regresso caminho a cima passando pela fonte das hortas fazendo uma pausa no campo da bola "reabastecer"a seguir sem deixar arrefecer os motores seguir viagem direção a balsa passando pelos vales depois aí sim já de regresso pelo caminho dos regatos passar pelas eiras e terminar na ponte (bairro s sebastião) com uma boa refeição servida no salão da junta de freguesia para recuperar forças.a organizar talvez pela comissão de festas do sr;dos aflitos mas que os participantes pagassem um preço simbólico pelo menos para a refeição e para uma t-shirt para recordação.eu sei que não é facil organizar e talvez o percurso seja longo mas eu acho que valia a pena, tenho quase a certeza que á muita gente que não conhece alguns destes locais,a altura ideal para este passeio seria o inverno ou a primavera pois a panoramíca é outra mas nessa altura do ano o nr; de participantes seria reduzido por isso a altura mais provavél é no mes de agosto para haver um maior nr, de participantes, fica a idea...»MF.

 

publicado por julmar às 16:49
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

Quem é, quem é?

(Fotografia gentilmente cedida por Helena Palos)

Resposta:

Ora, caros comentadores, se o personagem é António Palos - o senhor tenente como era conhecido - a senhora é a sua esposa, a primeira esposa D. Olívia, filha do senhor Bernardo Simões (sim, aquele senhor que habitualmente se fazia deslocar montadonuma burra). A D. Olívia faleceu exactamente no dia em que se procedeu à inauguração do Chafariz. Depois(?) de lhes morrer um filho, morre-lhes a filha que veêm na foto.

Foto dos anos 40.

 

publicado por julmar às 18:53
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Domingo, 8 de Novembro de 2009

Tempos que já lá vão

(foto cedida por um dos fotografados)

Segundo os meus cálculos é fotografia de 1968. Será?

 

publicado por julmar às 22:27
link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

(re)Lendo O Banqueiro Anarquista

Em gente simples dormem, por vezes, grandes capacidades que, dado o meio, vivem adormecidas. Umas vezes, espreitam; outras vezes atormentam os que as têm sem o saberem; e outras vezes, ainda, manifestam-se em formas mais ou menos patológicas.

Ao (re)ler O Banqueiro Anarquista não pude deixar de trazer à memória as raras conversas que tive com o Diogo: sobre a política do tempo de Salazar, sobre a razão da emigração portuguesa, sobre as suas preocupações ecológicas e sobre a relação do homem com o trabalho e com o dinheiro.

Como tornar-se superior ao dinheiro? Encontrar a planta certa a partir da qual fizesse todo o dinheiro que quisesse ... para se livrar da sua influência. Frustrado o sonho desistiu da civilização: Foi para os Labaços e por lá morreu.

 «Como podia eu tornar-me superior à força do dinheiro? O Processo mais simples era afastar-me da esfera da sua influência, isto é, da civilização; ir para um campo comer raízes e beber água das nascentes; andar nu e viver como um animal. (…) Como subjugar o dinheiro, combatendo-o? Como furtar-me à sua influência e tirania, não evitando o seu encontro? O processo era só um – adquiri-lo, adquiri-lo em quantidade bastante para não lhe sentir a influência; e em quanto mais quantidade o adquirisse, tanto mais livre eu estaria dessa influência».

O Banqueiro Anarquista, Fernando Pessoa

 

publicado por julmar às 17:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

. Sinalização

. Um sítio para pousar a ca...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds