Domingo, 28 de Novembro de 2010

A sétima maravilha - O Largo das Portas

(Foto dos anos 20 do século passado)

Não é seguramente a melhor fotografia para nos mostrar a beleza do Largo das Portas. Trata-se do melhor conjunto de arquitectura habitacional com duas casas senhoriais que hoje, felizmente, se encontram bem recuparadas.

publicado por julmar às 21:03
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Novembro de 2010

A vez e a voz do poeta- Manuel Leal Freire

Ver imagem em tamanho real

 

Ressuma a epopeia  o Sabugal

Heróico sobre todos o seu povo

Pelo  devir dos tempos sempre  igual

Virtudes que ao lembrá-las  me comovo.

 

De dia, num combate desigual

Agruras sobre agruras em  renovo

De noite, a  sair de Portugal

Para de manhã voltar de novo

 

Esconso entre  os troncos  dos carrascos

Cozido no negrume  dos penhascos

Experto  o carregueiro  ilude a teia

 

 

Penosa, bem penosa sai a jorna

Constante Espanha vai, Espanha torna

Heróica vida com muito de epopeia.

publicado por julmar às 15:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

As Tapadas - Jarmeleiro

Não podia ficar no bastidor dos comentários esta enumeração - penso que exaustiva - das tapadas da vila.

«Ora atão aí vai o meu rol. É grande sim senhor, mas por certo muitas cá devem faltar. E pra melhor intendimento dos lugares e dos nomes vou começar por uma ponta seguindo sempre prá dreita, até dar a volta. Tamém, muntas vezes vou dizer tapadas e não tapada, por môr de que há sítios com muntas. E sendo assim dessa maneira começo por:
Tapada do Penicôto, do Môcho, dos Lanchais, da Gorgolicha, das Almas, das Canadas, Tapada Nova, da Carvoeira, das Casas dos Moiros, dos Labaços, da Fonte Madeiros, dos Châes de Conselho, da Pedreira, da Queijeira, tapada Cruz, do Vale de Marmeleiros, Tapadas dos Picotes, das Igreijas, da Balsa, da Cimeira, da Sangrinheira, da Mogueira, do Rebolal, Tapada do Prado, Tapadas dos Regatos, Tapada da Sarangonha, Tapadas dos Vales, da Lomba, da Cabeça Lagar, Tapada da fonte na Serra (esta tem uma história triste), Tapada do Aires, Tapadas do Pereiro, das Morenas, Tapada do Castanheiro, Tapadas do Buraco, Tapada Eira, dos Mortórios, da Flipa, Tapadas do Espírito Santo, dos Fiéis de Deus, Tapada das Portas, Tapadas Da quinta dos Barreiro, Do Porto Sabugal , da formiga , da Fonte Fria, dos Galhardos, Tapada da Ponta Guarda, Tapada das Vinhas (fica por baixo das vinhas que eram de Arminda Marques ao MIdagostinho, a pegar com o cabeço que serviu de cemitério dos Burros, na altura em que os havia muntos na Vila e até tinham direito a cemitério), Tapada do Vale Carapito, Tapadas das Gaiteiras, Tapadas das Retortas, Tapada da Justa, tapada da Limpa e tapadas da Correia e tapadas de Vale Castenheiros. São muntas tapadas e não estarão todas. E munto tamém era o pão que sesemeava e mais que fôsse, porque não chegava á mesa de muitos com a fartura que era preciso. Eu bem sei que este relambório já vai grande, mas falndo nós de pão, ou de centeio. acho que não fica bem se não falar aqui do sítio das Moitas. É porque dái vinha munto e bom centeio, direi até que se calhar, mais do que o colhido nas tapadas. Ora ao contrário das tapadas, as sortes das moitas eram e são devedidas por marcos e não por paredes, porque ali pedras nem vê-las. E tenho cá pra mim que é por môr disso (falta de pedras e paredes) que se lhe deu o nome de rasas e tamém por serem planas. Mas ali, como nas tapadas os sítos das razas tamém têm nomes, e eu como sei alguns, atão aí vão: Razas da Atalaia, do Marinhol, dos Barreiros, do Forno da Telha, do Vale de Bolos, dos Folgados, do Canto da Esperança e da Quinta das Gatas. Isto hoje foi uma labuzia e doiem os dedos de tal maneira que nem que adasse todo dia de enxada nas mãos».
Munto bôas noutes pra todos».

publicado por julmar às 15:41
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

Requiescat in pace - Maria Dolorosa

Por vezes, a morte chega, assim, surpreendente. Tal como a notícia chegou de chofre pelo telefone: - Morreu a senhora Maria!

O nome mais comum mas que para nós o não era. Mas a surpresa quis confirmação: - A senhora Maria? - Sim, a senhora Maria do senhor António Cerdeira. Sempre, quase sempre que chegava passava lá por casa a saber se tudo estava bem. E na saída, sempre o desejo que tudo corra bem e muita saúde. Sempre com uma amabilidade fora do vulgar. O descanso para a sua alma. As condolências para o marido, filho e demais familiares.

publicado por julmar às 10:08
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sábado, 20 de Novembro de 2010

Quem te viu e quem te vê!

 

(Foto de José Valente) - Anos Sessenta

 

(Foto de João Marques) - Ano 2010

publicado por julmar às 19:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

As palavras e as coisas - As tapadas

Com o abandono das terras, dos trabalhos que nelas eram eecutadas, da função vital que tinham, se vão perdendo os nomes ou por eles se vão entendendo coisas muito diversas.

As tapadas eram áreas relativamente extensas de terras vedadas por paredes, destinadas a culturas de sequeiro, nomeadamente centeio (pão). Dado que as terras para o pão tinham de ficar um ano de pousio, durante esse tempo serviam para pasto do gado que desse modo, ou sistematicamente através das malhadas, as iam estrumando.

Cercadas por parede havia a portaleira destinada à entrada da junta das vacas. Dentro da portaleira, para entrada das ovelhas, do pastor, do cão, havia o portal (palavra hoje pertencente ao léxico da internet pelo qual se acede a realidades bem diversas).

Muitas das tapadas tinham direito a um nome próprio: Tapada Eira, Tapada das Portas, Tapada da Limpa.

Exercício: Faça uma enumeração exaustiva das tapadas da vila.

publicado por julmar às 19:01
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Novembro de 2010

Espada de Vilar Maior - Sexta Maravilha

 

Ver imagem em tamanho real

 

Tratar-se-á, porventura de uma das peças mais valiosas existentes no museu da Guarda.

Deixo aqui reproduzido um post deste blog em 4 de Outubro de 2008

«Agora há dias um comentador do blog sustentava que alguns dos valores que se encontram no museu de Vilar Maior (que poucos visitam) pudessem estar no museu do Sabugal que teriam outra notoriedade e que isso levaria mais pessoas a visitar a vila. Haveria, assim, um interesse recíproco. Porém, questiono que interesse poderá ter Vilar Maior se alguns dos motivos de visita estiverem ausentes. Pergunto se o canhão que se encontra á entrada do museu da Guarda, não deveria estar no local onde desempenhou funções, isto é no adro da Igreja de Vilar Maior. Pergunto o que recebeu (recebe) em troca Vilar Maior pelo facto de no museu distrital da Guarda se encontrar exposto um dos objectos de maior interesse e valor – a espada encontrada nas cercanias do castelo. Estes objectos estão lá com que acordo, com que protocolo, com que contrapartidas, com que direito?»

publicado por julmar às 18:31
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Novembro de 2010

Passagem de ano

publicado por julmar às 18:43
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Património Paisagístico

(Manuel Fonseca)
Manuel Fonseca lembra-nos o rico património paisagístico de Vilar Maior e desafia-nos a identificar esta paisagem.
publicado por julmar às 18:28
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|

O pão nosso

 

(Pescada no facebook)

Gente que não saiba os trabalhos que se passavam até pôr o pão na mesa, até irá pensar que cena retaratada mostra uma eminente desgraça.

publicado por julmar às 18:06
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds