Segunda-feira, 30 de Julho de 2012

Obras na Vila

 

Vilar Maior teve nos últimos anos obras de grande vulto: construção de saneamento, pavimentação das ruas, nova iluminação, implantação de algum mobiliário que emprestaram um novo rosto e uma diferente urbanidade. Com algumas opções polémicas mas a estética não é ciência e a questão de gostos sabemos como é complicada.

O que não parece certo é que nos meses de Verão - os meses de festas, de férias e visitas  - o lugar das Portas, um dos ex-libris da Vila se encontre a servir de estaleiro. Estamos ainda a tempo de limpar o lugar, pedindo às partes contratantes a sua resolução. Nada de difícil ou complicado.

publicado por julmar às 16:10
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 29 de Julho de 2012

Dias da semana - porque temos tantas feiras?

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-os-dias-da-semana-tem-feira-no-nome

publicado por julmar às 19:18
link do post | comentar | favorito
|

As bancas da Feira de Talentos

Esta não é ainda uma lista fechada. Todos os dias aparecem novas ideias, novas bancas e vamos aceitar até às vésperas. Portanto, está a tempo. Queremos toda a gente a participar. Contacte o café do Paulo, ou este blog. Esta lista, pode conter omissões ou alguma incorreção que agradecemos nos seja comunicada.

1- Seixas Marques - RecreArte - Artesanato, pintura, literatura, CDs, pão.Tudo (ou quase tudo) produção da Teresa, Júlio, Susana

2- Carlos e Bárbara Marques - Coisas e Loisas

3- Arminda Barbara - Rendas e Bordados

4- João e Mariana Marques - Sardinha Assada

5- Tó Duarte - Escultura Vegetal

6- Joana e João Nunes - Desenho e Pintura/artesanato

7- Tânia Seixas - Coisas Doces e Bemboas

8- Leonor Cunha - Arroz doce à moda da vila e Papas de Milho à moda antiga

9 - Casa Villar Mayor - Aguardentes, Licores e vinhos

10 - Pedro e Carla Cardoso - Moelas

11- Amandina Lourenço - Artesanato

12-António e Ana Seixas - Pão Caseiro em Forno de Lenha

13- Associação de Caçadores - Petiscos

14- Centro de Dia - Bacalhau à Brás (prato sujeito a confirmação)

15- António Gata - Vinho, aguardente, geropiga e licores locais

16- Sara Gata e Eduardo - Queijo

17- Carlos Gata - Alfarrábios

18 - Zulmira Fonseca - Vassouras de Bracejos

19- Catarina Falcato e Bárbara Cardoso - saiba o seu futuro, agora

20- Gonçalo Castelo Branco - Gravatas e Fotografia

21- Carlos Duarte e Beatriz Duarte - Peixe do rio e Tremoços à Ti Pureza

22- Mário Simões - Livros sobre Vilar Maior

23- João Valente Martins – Cantar Vilar Maior- Poesia- Cancioneiro da Raia Morena

24- Manuel Leal Freire - Livros sobre as terras de Ribacoa

25- Adriano e Mena Cerdeira - Coisas da Arca da Velha

26- Albino Leonardo Gonçalves - Pintura de Azulejos ( temas da Vila)

27- Carolina Palos - Cuscuréis

28- Carlos e Céu -

29 - Maria Cardoso -

30 - Manuela Prata - produtos da terra

publicado por julmar às 18:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Feira de Talentos-Teste a sua veia de vendedores

Feira dos Talentos - Teste a sua veia de vendedor
Por razões que o coração desconhece (ou talvez não) as minhas principais leituras foram sobre vendas, assunto bem contrastante com a natureza  metafísica do filósofo que sou. Para surpresa minha até nas vendas descobri metafísica bastante. Deixando a divagação para outro espaço. De cerca de meia dúzia de livros lidos sobre o assunto se tivesse de aconselhar um seria este de Zig Zigler. Em 130 páginas, duas horas de atenta leitura e estará um vendedor a quem só faltará o mais importante: a prática. Essa poderá iniciá-la na Feira de Talentos da Vila. 
Então, teste-se como vendedor. E a avaliação dos vendedores é (ao contrário de outras actividades) simples, objectiva e quantificável. Se vende mais é melhor vendedor. 
Quanto mais vender, mais pessoas satisfaz, maior resultado tem, maior contribuição dá ao Senhor dos Aflitos.
Então, já sabe:
- Prepare uma lista dos produtos que vai vender (seja exaustivo, pense no que pode interessar aos outros ... aquela peça de linho, de louça, aquele bolo que faz melhor que ninguém, aquele disco de vinil com que partiu o coração da sua amada há 40 anos, aquela candeia que iluminou serões de Inverno ... meu Deus! Se começar a juntar tudo vai ver que não tem coisas a menos mas coisas a mais!)
- Trabalhe em equipa - Duas cabeças pensam mais que uma. É mais interessante. Então, convide. Ponha a sua família a trabalhar e descobrirá uma faceta desconhecida da sua família. Convide amigos, convide conterrâneos.
- Ofereça ajuda e aceite ajuda. Há pessoas que gostariam de ter produtos seus na feira mas não podem estar, ofereça-se para os mostrar ou vender. Colabore na organização da feira. Não se esqueça que o dar e receber também é o essencial das vendas, se for um vendedor ético e autêntico. 
- Divulgue e publicite os produtos que vai vender. Talvez encontre vendedor mesmo antes de colocar o produto na banca. Este blog aceita fazer essa divulgação.
- Planifique a sua banca. Seja criativo, dê-lhe um nome (pode ser o seu, da sua família ou inventado ... mas baptize-a). Calcule o espaço que precisa. Estabeleça o preço dos produtos que vai vender. Se tiver dúvidas pergunte nos contactos que constam no cartaz. 
- Focalize-se e estabeleça objectivos de vendas: vai vender 5000€, 500€, 50€? Seja ambicioso: se pode vender mais não venda menos.
- Traz outro amigo também! Torne a feira maior - convide os seus amigos, insista com os seus familiares ... 
Se fizer assim, você vai ser um sucesso. Do sucesso de cada um resultará o sucesso da 1ª Feira dos Talentos!
MÃOS À OBRA, QUE SE FAZ TARDE

Para que nada lhe falte, aqui vão os conselhos de Zig Ziglar
 
                                                                                          (Preço de capa 10€)

O MESTRE EM MOTIVAÇÃO, ZIG ZIGLAR, APRESENTA-NOS OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DAS VENDAS 

Não precisa de esperar que as coisas aconteçam? tem o poder de fazer as coisas acontecerem! O livro Vendas 101 descreve os elementos básicos de como pode persuadir as pessoas, de uma forma mais eficaz, ética e frequente. Também irá descobrir que não existe nada mais na terra que traga tanta satisfação pessoal como ser capaz de poupar o tempo, dinheiro ou frustração a uma pessoa, por causa dos bens, produtos ou serviços que tem para oferecer. 

Vendas 101 mostra-lhe as bases para construir uma carreira de vendas mais bem-sucedida antes, durante e depois de a venda ter sido realizada. Com estas capacidades, pode construir uma empresa sólida, uma vida mais satisfatória e uma carreira profissional na área das vendas que fará uma diferença positiva no mundo de hoje. 
publicado por julmar às 11:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 28 de Julho de 2012

Modos de dizer

Não era um negócio de gado que até, ainda, poderia tratar-se da venda de uma rês. Cheguei, cumprimentei. Estava o potencial vendedor,natural da Vila, o potencial comprador, de Aldeia da Ribeira e um assistente que, negócio a sério, ou maneira de matar o tempo, convém haver um rachador. Qualidades e defeitos como se punham ao gado, histórias de negócios passados, diga lá quanto dá você, diga você quanto é que quer. A lengalenga do costume.
- Dá-me doze mil!
- Ó homem, você está doido, isso dá para comprar um veículo novo!
O vendedor, sem vontade de fazer negócio:
- Ainda que seijamos piquenos, que cáguemos alto!
O assistente foi ao reportório e reforçou:
- Ao menos que a pedir não seijamos marranos.
E, assim, ficou o negócio em águas de bacalhau

publicado por julmar às 16:44
link do post | comentar | favorito
|

A feira de Talentos em marcha acelerada

 Todos os dias aparecem ideias novas e novas Bancas

Para além das muitas anunciadas (proximamente faremos uma listagem de todas já existentes), teremos:

A banca de António Gata - vinho, aguardente, geropiga e licores locais

A banca de Sara Gata - queijo Braz

A banca da Associação de Caçadores - Petiscos

A banca de Adriano Cerdeira e Filomena - Velharias

A banca de Ana Duarte - Pão caseiro ( decidiu ser minha concorrente na arte do fabrico do pão)

A banca da família Seixas Marques - RecreArte - Teresa Marques - arte decorativa ( caixas, vasos, telas, presépios ...); Júlio Marques - Pão caseiro, livros, CDs, Pinturas da sua autoria; Susana - telas e ponto cruz

A banca da Zulmira - vassouras de bracejo

A banca da Alcina Santos e Carlos Rebelo - Azeite e outros produtos da terra.

Todos ganham: os que vendem, os que compram, o Senhor dos Aflitos, os que passeiam curiosidade e desejos, os de cá, os de fora.

 

publicado por julmar às 16:18
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Julho de 2012

Festa do Emigrante - Programa


(trabalho de Sara Fernandes)
publicado por julmar às 23:02
link do post | comentar | favorito
|

Vamos à Feira- 1ª Feira de Talentos de Vilar Maior

Passamos demasiado tempo a queixar-nos, a lamentarmos, a criticarmos, a fazer diagnósticos de evidências, a culpabilizar políticos, a fazer prognósticos sombrios sobre o abandono, a desertificação, sobre a morte anunciada das nossas terras. Criámos uma cultura de dependência (das nossas vidas e empresas) do poder central e do poder local que, por sua vez, fomentam essa cultura e, na falta de dinheiro, lamentam não poder ajudar. Habituámo-nos a viver de subsídios e de esmolas.

O primeiro passo para a mudança consiste em alterar esta mentalidade. O segundo passo é a realização de ações nesse sentido.

O blog Vilar Maior1 ( Vilar Maior primeiro), dentro deste espírito, lançou a ideia de uma Primeira Feira de Talentos, tendo proposto como objetivos, entre outros:

 

1- Permitir conhecer os talentos dos conterrâneos

2- Partilhar saberes, técnicas, valores

3- Divulgar os nossos produtos

4- Tornar esta Feira um evento anual, afirmando-se progressivamente no contexto do concelho e da região.

5- Alimentar os laços entre os vilarmaiorenses residentes e ausentes.

6- Angariar fundos para a festa

7- Fomentar o espírito de Participação e Solidariedade

8- Incentivar o empreendedorismo

9- Proporcionar reconhecimento aos talentos participantes

10- Fortalecer os laços intergeracionais

11- Proporcionar a todos um dia de boa disposição, convívio e diversão.

Contamos com todos, contamos contigo!

Pela organização

Júlio Marques

publicado por julmar às 18:18
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

Requiescat in pace, Adolfo Martins

 

Há os que nasceram em Vilar Maior e há os que por aliança, laços de sangue, por laços de amizade se tornam vilarmaiorenses também. Adolfo Martins estava casado com Olívia Leonardo Gonçalves (filha de Lúcia Silva Leonardo, neta se Isabel Silva), viviam no Porto e sempre que podiam vinham passar uns dias à vila. Em luta com a doença, faleceu no dia 23 tendo-se realizado o funeral no dia 25 de Julho. À Olívia os mais sentidos pêsames, extensivos à restante família.

publicado por julmar às 14:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 21 de Julho de 2012

OUTRA FORMA DE EXCELENTE OU MESMO EXCELENTISSIMA ARTESANIA GASTRONÓMICA - Dr Leal Freire

Tive o privilégio de, em Vilar Maior, participar, como convidado, em muitas matanças de porco, em casa de pessoas de diferente estatuto económico – dos simplesmrnte remediados aos de notória abastança

E porque toda a ritologia se alargava pelo tempo para mim de ociosidade da quadra post-natalicia podia acompanhar o conspecto de cenas que iam da deslascagem do soventre à penduraçao nos varais, para a cura pelo fumo, do bucho, bexiga e paios de ossos.

Pude, assim, dar-me conta das excelênccias da técnica, quer dos matadores de porcos, quer dos que procedim à desmancha, quer dos que doseavam calores e fumos, quer sobretudo, das senhoras que apulavam e remexiam o sangue, preparavam a massa das morcelas - ricas e pobres - das farinheiras e respectivas torradas, do vinhadalhos, curtimenta e enchido de bochanas, chouriços, paios e balaios.

E, em corolário, posso certificar a superior excelência dos pratos intermédios e do produto final

Ou seja da prova da massa de morcelas e farinheiras, dos torrresmo de banha, das certanadas de febras, dos carchos de orelha e caluba

E depois pelo ano fora, as fortes empanzinadelas do padre santo pelo Entrudo, as lascas de pá ainda tenra pela Páscoa, os choriços sempre que a adega se abria, o presunto pela festa do orago, ou ocasião de cerimónias privadas.

Nunca me hei-de esquecer, pelos meus pecados, da sofreguidão com que uma matula de senhoritos do Porto, gente habituada a comer do bom, beber do fino e fumar de cú aberto, limpou até ao osso um descomunsal presunto do Nuno Gata, nas vésperas do casamento de seu irmão António.

Ou da solenidade com que o Senhor José Pedro Cardoso extrai as lascas da peça  que magnificamente prepara  e magnanimamente distribui  pelos que recebe na sua venerável adega.

Honra, louvor e glória, pois, ao fumeiro de Vilar Maior, que bem justifica uma feira.

publicado por julmar às 22:55
link do post | comentar | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Ter uma aldeia

. Porque hoje é dia da mãe

. O que me liga ao concelho...

. Os Martírios da Paixão

. Restaurar a Forca da Vila...

. Requiescat in Pace, Mique...

. O Presidente Marcelo visi...

. Requiescat in pace, Alexa...

. Gente da Vila, Quem são?

. Visita do bispo a Vilar M...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds