Quarta-feira, 19 de Outubro de 2011

As nossas deliciosas uvas - Dr. Leal Freire

Neste nosso degraçado País, importa-se tudo. Até uvas de mesa, que, mais não são genericamente que uns grossos bagos, cheios de àgua e açucar. Em  2009, último ano a que se reportam estatísticas importamos  da África do Sul, Chile, África Mediterrânica e Espanha cerca de cinquenta milhões de quilos de  uvas de mesa... Sem contar com as que todos nós, a começar  pelo crítico que sou eu, trazemos de Espanha, em   espécie ou em passas, Comer fruta fora da época, além de ficar caro e desequilibrar a nossa pobre balança de pagamentos, faz mal. A fruta   só se deve comer quando no rancho a dão ao soldado, que então é que ela é boa, gostosa e madura E obviamente quando é barata. Para além  do custo para a bolsa dos gulosos e do peso na chamada balança de pagamentos, as uvas estrangeiras  não tem sabor   e por só serem água e açucar não ultrapassarão a categoria  lixo, nome com que, agora, os nutricionistas  apodam os maus alimentos e as agências  financeiras os produtos da bolsa que os seus donos querem adquirir ao preço da uva mijona, que atinge, mesmo assim, alto preço, se vier de fora, fora da época, duplamente, pois, de fora. E  que saudade nos despertam da malvasia, do moscatel de Hamburg, do ferral-tamarando São Paulo Morango ou até de outras castas que  os grandes lavradores cultivavam  para primícias ou fins de estação. Em Vilar Maior, as casas solarengas tinham nos quintais que as circundavam umas dúzias de   cepas. Pelo Santiago não era só o bago que pintava, mas todo o Moscatel Torrado a mais precoce das castas. E    já ia Novembro  em mais de meio e nas abrigadas aonde não chegara a geada, e ainda se viam parras ostentando ICAS  e  AREQUIPAS, trazidas do Peru pelos nossos vizinhos de Mirobriga e depois vindas para os Peçanhas por gentileza dos seus parentes castelhanos As soalheiras encostas da nossa zona,deveriam voltar-se para este tipo de produçao, revivescendo as nossas castas nobres   e introduzindo outras, nomeadamente as variedades mais tardias, ensaiadas na Itália e nas de sem graínha.  
publicado por julmar às 19:11
link do post | comentar | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

. Sinalização

. Um sítio para pousar a ca...

. Orca, a terra do senhor F...

. Ó sino da minha aldeia

. Que se passa?

. Demografia - Nonagenários...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds