Domingo, 17 de Março de 2013

Moradores do termo de Vilar Maior integraram as hostes de Aníbal - Dr Leal Freire

Os  que  estudaram  latim  nos  nossos  seminários, no  século que mediou  entre  mil oitocentos   e  cinquenta   e    o  ano  homólogo  do século  subsequente, especializaram-se na  cronologia  das  Guerras   Púnicas, designadamente   da  segunda.

Para  os  que  andem  fora  da  matéria, explicaremos   que  as   Guerras   Púnicas   foram  conflitos  que   opuseram   Roma  e  Cartago, a  Roma  pre-imperial   e  a  Cartago   dos  sufetas.

Tratava-se  de  duas  potências   que lutavam  pela   hegemonia  mundial, ao  tempo   centrada  em  torno   do  Mediterrâneo.

Roma, a  cidade  eterna, situava-se  nas  sete  colinas, onde  ainda   hoje  se  encontra  implantada.

De  Cartago, só  restam  ruínas, ali   para  a  foz  do  rio  Bagradas  na  actual  Tunísia  e  isto   porque  no fim  de  todas  as  Guerras  Púnicas  se  cumpriu  o  desejo   de   Cipião  expresso na frase  delenda  est   Cartago

Antes, porém,  muitos  êxitos  tiveram   as  forças  cartaginesas   sobre as  de Roma.

Os   principais   ocorreram  durante   a  segunda   guerra   púnica   que  se desenrolou  desde  o  ano  218   até ao  201, ambos   antes  de  Cristo e   tiveram  lugar  aqui   nas   Espanhas, nos   Alpes  e  na própria   Península   Itálica.

As batalhas  mais  famosas  foram  as de  Canas   e  do  lago  Transimeno    e  Roma, sem  defesas, só  não  foi  destruída, porque  Aníbal, em vez  de   avançar  sobre  ela, ficou   em Cápua, distraído   entre   o  amor  de   uma  prostituta  e  fortes  libações  de  vinho  napolitano  e  queijo  serra   da   Estrela,

Mas  os  soldados com  que Anibal  ganhou  a  guerra não eram  cartagineses

Ao   contrário  de  Roma, potência   territorial  e  guerreira, com  um  impressionante   nível  de  população  para  a   época, Cartago  era   um  empório marítimo  e  comercial. 

E  com   um  grande   poder  económico-financeiro, que   lhe  permitia  contratar   infantaria   aqui   na   Lusitânia  interior, cavalaria  na   Numídia, camelos   na  Berberia, elefantes   na   estrada  da   seda…

Saíram, efectivamente  destas  terras   que, séculos   depois, viriam  a   constituir  o   município  de   Vilar Maior  os  que deram  o  cerne à infantaria  que  dizimou  as   legiões   romanas.

Eram  temíveis   a  combater. Silvio   Italico  chama-lhes  tropa terrible...

Anibal, o grande   peno, filho  de  Amilcar, neto   de   Asdrubal   exortava ao  combate.

publicado por julmar às 19:00
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Manuel Maria a 18 de Março de 2013 às 08:51
Uma achega: Não constituíam a infantaria, mas a famosa e terrível cavalaria Lusitana, chefiada por um tal Viriatus (outro que não o célebre caudilho). Sendo os Vetões, estacionados pelas redondezas, do grupo dos Lusianos, participaram nessas campaanhas. As crónicas registam outro célebre guerreiro, este Vetão, e com nome romanizado; um tal Cesarius.


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

. Sinalização

. Um sítio para pousar a ca...

. Orca, a terra do senhor F...

. Ó sino da minha aldeia

. Que se passa?

. Demografia - Nonagenários...

. Vida de cão!

. Requiescat in pace, Adria...

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds