Segunda-feira, 29 de Abril de 2013

Personagens do século XX - Albino Freire - Dr Leal Freire

0002epga

Comércio de Albino Freire, antes que construísse o da Rua da Misericórdia

Comecei, logo nos verdes anos, a frequentar Vilar Maior.

E ,  como  a   piedade   divina  me  permitiu  já   ir  nuito para    alem  do  octogenariato, basta   fazer  as  contas  para  concluir  que  já  passaram  as  bodas   de  diamante   sobre   as  minhas  primeiras  idas  à  Vila,como   entao  se  dizia,  prestando,assim.homenagem, à  sua   historica   categoria   de  sede  municpal.

O irmao  mais  velho  de  minha  mãe  estabelecera  alí familia  e  loja   de  tem-tudo...

Era o meu tio Albino, de  seu nome  completo  Albino  Monteiro  Freire, no burgo o  Senhor Albino, dono  do  segundo  estabelecimento  do povoado  que  o  primero  era o  do  Senhor  Gata...

Meus pais mantinham com aquele próximo e próspero familiar as  mais  apertadas  relações.

Para além do afectus, as  visitas   baseavam-se   também  numa  lógica   de  fornecimentos

Por  enfermidades   do  tubo  digestivo  e   fraqueza   pulmonar, meu  tio  tornara-se   dependente   de  alguns  produtos  espanhois, designadamende  de  ceregumis,vinhos   nutrificativos  de  carne  e  outros  tónicos

Afeiçoara-se também  às  azeitonas  de  Huelva, a  que  atribuía  efeitos  curativos  que  para  o  seu  caso eram  reais   e  adviriam  essencialmete  de serem  preparadas   com  sais   quimicos, aos  escabechados  de   peixe-chicharro, de  molhos  tonificantes, aos  trigos   de  que La  Raya   foi  tão  abundante   até  à  guerra  de  Franco.

Por seu turno, minha  tia Aninhas, da   família  dos  Frias,  preocupava-se  um  pouco  com o  seu  feminismo, encomendando visnus

E, sendo pródiga  no receber, gostava  de  ter  sempre   à  mão, galhetas  e  caramelos, torrões  de  Alicante   e  melocotones....

Meu pai que, enquanto  guarda-aduaneiro, tinha  fácil acesso aos  estanqueiros de   Alamedilha   e  Albergaria

E peregrinando entre Batocas ou Aldeia da  Ponte  e  a  Bismula  fazia, e   com  ele  também  minha  mãe   e  eu  próprio, embora   tamanhinho - desvio   por  Vilar   Maior, para   lhe  deixar   aquelas   mercancias.

Lembro-me agora  de  uma  ida   pela  Páscoa da  Ressurreiçao, nos   meus  cinco  reis  de  gente.

E vem-me  à  memória,um  poema  de  Pedro  Homem  de  Melo

É vila, Semana  Santa

Tudo  me  cheira   a  alecrim

Tudo me  sobe  à garganta

Para  me  falar  de  mim..

Mas  desse  remoto  ano, já  lá  vão  muitos  e  muitos, do  que   mais  me  recordo  é  dos   mimos  pascais   com  que  minha  tia  me  obsequiou - uns  ovos  de  cascas  coloridas   por   qualquer  unguento  e    um  bolo   podre  produzido  por  umas   padeiras   aí  da  Vila, cujo   nome  tento recordar.

E que ao que me  ditam  as  circunvoluções  cerebrais   seriam,   conhecidas, umas  vezes por  MEEIRAS, outras  por  PASSAREIRAS.

Mas que muito mais que pelos  folares  eram  famosas  por  um raio  de sete  léguas pelo   pão  que  fabricavam---pães  de  quartos   e  trigos   meeiros - tanto mais  apetecidos  quanto  é certo  que, de  mil novecentos  e  quarenta   a  mil novecentos   e  cinquenta, o  pão  espanhol, antes   e  depois  regalo   de  pobres, ricos   e  remediados  desapareceu   dos  mercados, por  virtude  sucessivamente  da  Guerra   de  Franco, da  Segunda  Guerra  Mundial  e do  Cerco  Economico  que  só terminou  com  o  advento  da  Tratado  Espano-Americano.

 

Nota de Júlio Marques

Havia efectivamente na vila a família Passareira que o Dr Leal refere e a especialista nps ditos mimos pascais seria a ti Maria Amélia Passareira, falecida em 1957 com 82 anos de idade. Já da ti Meeira nos aconselhavam, dadas as artes de bruxaria que dominava, que ao cruzar com ela cravássemos o polegar entre o médio e o indicador para nos isentarmos de qualquer efeito de arte mágica.

O Senhor Albino Freire, falecido em 1945 com 54 anos de Idade,. foi uma das personagens que marcou o século XX em Vilar Maior.

publicado por julmar às 12:01
link do post | comentar | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

. Sinalização

. Um sítio para pousar a ca...

. Orca, a terra do senhor F...

. Ó sino da minha aldeia

. Que se passa?

. Demografia - Nonagenários...

. Vida de cão!

. Requiescat in pace, Adria...

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds