Quinta-feira, 27 de Março de 2008

Casas restauradas

Se tivesse havido no passado a atenção (supervisão) do poder autárquico que hoje há, Vilar Maior estaria bem diferente. Aqui está o exemplo de um restauro feliz. 

publicado por julmar às 22:20
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Jarmeleiro a 27 de Março de 2008 às 23:32
Quantas otras com melhores condições do que esta ficaram desfiguradas. E muitas até já foram referidas neste blog.


De Manuel Maria a 28 de Março de 2008 às 18:09
Esta foi onde viveu, dizia minha mãe, o meu bisavô Martins.


De Lian a 28 de Março de 2008 às 20:06
Eu lembro-me muito vagamente de lá ter morado o ti Joaquim Ferreira, guarda fiscal, e segundo ouvi dizer um dos militares de Vilar Maior que participaram na 1ª. Grande Guerra Mundial (1914/1918). Era pai, se não erro, da Ressureição e de uma outra que imigrou para o Brasil.


De amora da silva a 28 de Março de 2008 às 22:19
Ouvi, ao ti Ferreira, algumas histórias da 2ª Guerra Mundial e também da sua actividade de Guarda Fiscal de combate ao contrabando, às vezes ao pequeno contrabandista. Contava uma história de contrabando que mostrava uma excepcional pontaria com armas de fogo.
Militar, guarda e bom contador de histórias!
amora da silva


De Manuel Maria a 31 de Março de 2008 às 11:00
A que emigrou para os Brazis (Baia) foi a "Bia". Para Lisboa foi a Ressureição. Digo eu...


De Manuel Maria a 31 de Março de 2008 às 10:59
Correcto!


De "O Canivete" a 28 de Março de 2008 às 22:51
Não sei se a amnésia é devida ao facto de chegar agora, depois de 12h ininterruptas de trabalho, não estou a localizar o sítio onde se encontra esta casa.
Até será uma vergonha constatar este facto, mas que é verdade, é.
Em todo o caso não deixo de dizer que é agradável de ver e louvar o responsável por este restauro.
Já agora peço a ajuda de alguém que me esclareça sobre este assunto (um bem haja antecipado).


De julmar a 29 de Março de 2008 às 00:15
De facto,não será excesso de trabalho, nem amnésia. Talvez seja pelo facto de o (bom) trabalho a ter deixado irreconhecível.
Ora, então, lá vai a ajuda: Quem desce a avenida das Escolas fica frente à casa de Jose Duarte.


De Dofaleiro a 29 de Março de 2008 às 00:21
Que a casa está de cara lavada, direi até transfigurada é um facto. Mas daí a dificultar o seu reconhecimento é que é de estranhar. Não sei se "O Canivete" é Vilarmaiorense (presumo que sim atendendo ao pseudónimo). A ser assim, só pode tratar-se, como diz, de amnésia ou de cansaço. Mas não é caso para ficar angustiado e muito menos envergonhado porque eu, muito embora não sendo da Vila, vou já saciar a sua curiosidade: A casa foi recuperada pelo Paulo filho do Bernardino. Penso até, que terá sido a última família a habitar a mesma com carácter de permanência . Fica na Rua do Buraco, no sentido descendente, entre uma casa que foi de Álvaro Simões e outra onde viveu o ti Junça e hoje é habitada pelo genro, António Rasteiro. Faz frente com a casa do Zé Duarte (Pequeno), que pertenceu ao Professor Gonçalves e que possuía uma linda varanda. Esta também pertence ao vasto rol das que foram desfeiteadas. Penso ter sido esclarecedor. Tão esclarecedor que até me arrogo o direito de "castigar" o "O Canivete", lançando-lhe o repto para o pagamento dum copo, em data oportuna, em Vilar Maior.


De "O Canivete" a 29 de Março de 2008 às 15:01
O meu obrigado aos dois que tiveram a amabilidade de me esclarecer. De facto ao falarem em Ressureição e outros nomes, ocorria-me a localização mas não pensava que a profundidade em relação com a estrada fosse tão grande. Aliás ainda me lembro, de maneira vaga, do pai dela.O segredo está de facto da fachada estar completamente alterada. Comparando o actual aspecto, julgo-o mesmo, espectacular.
Quanto ao repto de Dofaleiro , pois está assegurado que vamos beber uns copos na primeira ocasião que se proporcionar.
Deixem-me recordar a propósito e em poucas palavras, uma história verídica: estando eu e o Júlio da "Ti Flomena" um dia junto ao tonel da sua adega a beber uns copos (não era de água...) e já não tendo nós "algo parecido com sede", ele insistia comigo e de copo na mão ia repetindo: ò "O Vila" isto ... o corpo tem de se castigar......Pois para o Dofaleiro fica o convite que cumpriremos logo que se proporcione...


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Lendas de Portugal

. Requiescat in Pace, Ana D...

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds