Terça-feira, 21 de Outubro de 2008

Brasão

 

Brasão  

 

Vilar Maior foi vila concelhia entre 1296 e 1855. Era constituído pelas freguesias de Malhada Sorda, Nave de Haver, Aldeia da Ribeira, Badamalos, Bismula, Vilar Maior e Poço Velho. Após as reformas administrativas do início do liberalismo foram-lhe anexadas as freguesias de Aldeia da Ponte e Forcalhos, Alfaiates, Rebolosa, Seixo do Côa, Vale das Éguas, Ruivós (então parte de Vale das Éguas) e Vale Longo. O concelho tinha 3 302 habitantes em 1801 e 7 415 em 1849.

Descrição do Brasão:  «escudo de prata, lanço de muralha com três arcos e duas torres, movente dos flancos, de púrpura, lavrado e iluminado de ouro; em chefe, flor-de-lis de azul; campanha ondada de três burelas de azul e prata. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro: "VILAR MAIOR"».

publicado por julmar às 16:34
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Catarina Marques Falcato a 21 de Outubro de 2008 às 17:33
Como as coisas mudam! No entanto o nosso orgulho pela nossa terra é sempre o mesmo!!! É por isso que o esplendor de Vilar Maior nunca vai acabar( basta olhar para os nossos monumentos para ver isso)...


De Anónimo a 21 de Outubro de 2008 às 18:40
Parabéns Catarina pelo orgulho que cresce em ti por Vilar Maior. Muito bom trabalho fez a tua AVÓ e consequentemente a tua mãe, semeando em ti o gosto pela Vila ( a costela alentejana é mesmo pequenina!!!!).
Também nós os naturais de Vilar Maior devemos ter orgulho na nova geração que tu representas.
Um beijinho para ti e beijos de saudade para a tua mãe e a para a tua avó.
Nota: quem escreve é uma companheira da tua mãe, do tempo da Mitra


De forreta a 21 de Outubro de 2008 às 19:17
Sem dúvida que a tua avó tem contribuído para esse esplendor!
Um beijo para ti, tua mãe e avós Delfina e Mário!
(Não estou enganado no parentesco, pois não?)
J. Ferreira


De Catarina Marques Falcato a 21 de Outubro de 2008 às 19:31
Não está enganado. Sou eu mesma, lol.


De Manuel Maria a 23 de Outubro de 2008 às 15:32
No caso... a heráldica foi buscar, e bem, inspiração ao velho estandarte do município de Vilar Maior, onde figura a mesma ponte. Só que pelo dois torreões na mesma ponte, não pode ser a do Cesarão, mas a do Côa em Vale Longo (a única nas vizinhanças com torreão, seriam dois?), antiga fronteira entre Leão e Portugal. Ainda as reminiscências do passado...


De julmar a 23 de Outubro de 2008 às 17:52
Manuel Maria, acrescentei a descição do Brasão ... também para responder um bocadinho à tua interpretação.


De Tília a 23 de Outubro de 2008 às 21:44
Confesso que fiquei um pouco perplexo ao ler o comentário de Manuel Maria. Li o seu comentário e já não me lembrava da descrição do brasão. Ainda pensei duas vezes na possível hipótese de se tratar da evocação de uma ponte....logo descansei de seguida após ler a explicação de Julmar !!.
Nem sempre nos pode ocorrer tudo da maneira mais correcta!!!!!.
Um abraço.


De Manuel Maria a 24 de Outubro de 2008 às 16:01
Sim a descrição diz "lanço de muralha"... e o antigo estandarte é um lanço de muralha? com três arcos? a descrição da comissão de heráldica é que está mal na minha modesta opinião, que vale o que vale.


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Lendas de Portugal

. Requiescat in Pace, Ana D...

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds