Domingo, 11 de Janeiro de 2009

Há portas e portas

Não diria que há portas boas e portas más, portas velhas e portas novas, portas com bom uso e portas sem uso nem bom nem mau. As portas obedecem, como todos  os corpos leis universais. Às vezes, o mais importante é quem manda na porta., quem está do lado de lá. Neste caso, no lado de lá, há uma voz inconfundível que só já convida quem não sabe que não precisa de ser convidado.

publicado por julmar às 14:50
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Manuel Maria a 11 de Janeiro de 2009 às 16:19
Uma voz inconfundível e um pipo...


De Ribacôa a 11 de Janeiro de 2009 às 17:15
Diz o povo e com razão, que quem sai aos seus não degenera; Ou ainda; Tal pai tal filho. Óptimos exemplos de hospitalidade e da franqueza. As chaves das adegas escondidas em buracos das paredes que toda a gente conhecia (conhece) atestam isso mesmo. E a boa vontade de partilhar continua viva, muito embora o precioso nectar seja cada vez mais escasso. Como muito bem diz o título, há portas e portas. Há as entre abertas, as sempre abertas e as que se fecham para sempre. Façamos votos para que esta se mantenha sempre aberta e por muitos anos.


De Anónimo a 12 de Janeiro de 2009 às 23:09
E de facto, não degenerou!!. Trabalhador até à exaustão (podia estar bem regalado a gozar a merecida reforma....). Conservador até nos mais pequenos pormenores, numa de de partilhar com os demais, num ambiente de amizade sincera e desinteressada.
Paz e saúde para ele e para todos.


De Manuel Maria a 13 de Janeiro de 2009 às 14:56
"Conservador" no sentido de respeitador das boas tradições, serto? è que existe outro tipo de conservadorismo...


De Manuel Maria a 13 de Janeiro de 2009 às 14:59
no teclado o "s" é vizinho do "c". Justificado o erro...


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2009 às 21:28
Conservador de boas e por vezes tão simples maneiras, herdadas de seu pai.
Algumas coisas que até, para nós quando crianças, tinham uma pitadinha de "pecado"; quem não recorda aquelas escapadinhas à adega (a outra), quando a missa da festa estava a terminar e enquantos e não se organizava a procissão...... sabia bem e fazem parte das peuenas coisas que preenchem a nossa vida. Anda Manel, não te faças rogado, dizia em surdina....e lá ia o grupinho matar o bichito, tal como o padre já fizera na missa!!!....


De Lian a 13 de Janeiro de 2009 às 21:52
Pronto. Perante este comentário, fico com a certeza de que o meu palpite batia certo.


De João que chora a 13 de Janeiro de 2009 às 22:08
Não nesta adega, mas na que fora de Albino Marques, junto da Igreja da Misericórdia, como diz o comentarista, na demorada missa da festa, que dá tempo para tudo, dava para passar por ali para comungar com os amigos: músicos da banda, o Lourenço da Guarda, os Marques (Carlos, Júlio), o Alberto do ti João Seixas, o Dr Leal Freira o mais fiel nestas presenças, e... tantos outros.
O que dói é que alguns já não estejam e não saber se voltaremos a estar!


De Ribacôa a 13 de Janeiro de 2009 às 23:25
Para alem desta adega onde os referidos (e outros) "fieis" comungavam na missa da festa, outra havia onde se cumpria o mesmo ritual na longa missa em louvor de Nossa Senhora de Fátima de segunda feira. Refiro-me, obviamente, à adega do saudoso João Monteiro. E confesso que na última festa ao passar na procissão em frente da mesma, fui invadido por uma enorme tristeza, por saber que aquela porta se fechara para sempre, findando assim o que se tornara uma verdadeira tradição. Dói e vai continuar a doer cada vez mais, quando outras portas se fecharem.


De Tiz a 15 de Janeiro de 2009 às 20:00
obrigada" Ribacôa "por ainda recordares o meu pai !É muito lindo saber que ainda é recordado por uma ou outra aventura ....OBRIGADA do fundo do coração.


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2009 às 21:25
Recordar-se-á sempre, não quem deixou grandes palácios ou ficou ligado a obras de grande envergadura. Por mim, recordo aqueles que na sua simplicidade, semearam alegria espontânea e bem-estar em todos os que os rodeavam; aqueles que eram amigos verdadeiros e desinteressados.
(nota - comentário que não é de Riba-Côa).


De lian a 13 de Janeiro de 2009 às 00:08
Pois é!!! Cá por mim prefiro, sempre, as portas abertas. É certo que já entrei algumas (poucas) vezes em duas ou três adegas da vila e admito que uma delas tenha sido a que é servida por esta porta. Tenho uma ideia de a quem possa pertencer, mas não tenho a certeza. Por mero palpite e por fazerem alusão à franqueza (não que não haja outras pessoas dessa índole em Vilar Maior), diria que é do professor Mário Marques. Será?


De anónimo a 13 de Janeiro de 2009 às 22:53
Esta é a adega do meu avô Mário, herdada do meu bisavô João!!!!
Agradeço os comentários!!!!
Catarina, uma neta babada


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2009 às 14:18
Pessoa de excelente carácter, o que em terra de muita gente mesquinha e intriguista, sobressai ainda mais.
Portanto, razão para baba a dobrar!


De Fiel ao Sr. "Leal" a 16 de Janeiro de 2009 às 11:56
Finalmente alguém com a coragem suficiente para caracterizar as gentes de Vilar Maior. Mesquinhas e intriguistas. Lá isso são, disso não há dúvidas.


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2009 às 14:36
"Cuidado com o cão" (não era o nome de fiel que era dado a muitos cães na nossa meninice??).
Em todas as terras do mundo há pessoas com esses defeitos; há pessoas boas e más.
Compreendo que o propósito é lançar lenha para a fogueira, fazendo crescer a lambra.......
Vem a propósito lembrar que na tal tradição de ir à adega no decorrer da missa da festa.....era dos primeiros a avançar (para provar e beber a "zurrapa", segundo ele).


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2009 às 14:59
E eu apostaria dobrado contra singelo em como tu, sob a capa fiel e armado em puro, és de Vilar Maior. Logo , como não fazes excepções, és o quê?


De Anónimo a 16 de Janeiro de 2009 às 21:49
VILARMAIORENSE DOS CINCO COSTADOS, ATÉ QUE UM DIA A TERRA ME ENGULA!!!!!:


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds