Quinta-feira, 12 de Março de 2009

Cenas dum quotidiano normal

Mal seria era que os vultuosos investimentos não tivessem uso.

publicado por julmar às 21:52
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De "O Vila" a 13 de Março de 2009 às 11:51
Prostrados pela força do sono, mercê de uma noite mal dormida, ou desalentados, perdida toda a esperança, devido às desilusões da vida??!!!.
Caros conterrâneos nada de desalentos mesmo que tudo nos pareça não ter remédio; há de facto uma coisa para a qual não temos solução, seja a da morte física!!!!.
Bom fim de semana.


De O Pensador a 13 de Março de 2009 às 23:13
E estes reflectem sobre o quê?


De João que Chora a 14 de Março de 2009 às 11:56
Uma praça também pode ser um local onde se pense. Pelos vistos os gregos usavam-na também para isso. Mas isso são outras histórias. Nesta paraça antiga juntavam-se alguns importantes que praça abaixo, praça acima, passeavam e falavam, sei lá quê. Solitariamente, o senhor António Lucrécio ia de cima abaixo e de baixo acima embrulhado no típico capote, vezes sem conta. Aos domingos à tarde, para além do jogo da arraiola e das conversas acaloradas - a que o efeito acelerador dos meios quartilhos não era alheio - no fundo, no cais da praça lá estava de preto vestida a ti Pureza, enrolada no xaile à espera dos frgueses na venda dos chochos até se ver o fundo ao caldeiro onde foram cozidos.
Agora sem as novidades velhinhas, vai-se deixando escoar o tempo.


De Sentinela a 17 de Março de 2009 às 20:32
Embora não sendo muito usual, já aconteceu neste blog reconhecerem-se muito justamente méritos a determinadas situações ou pessoas. Hoje, porque me apetece, ou até inspirado na imagem, não queria deixar de louvar a atitude e a força de vontade do Tó Duarte um dos personagens que nela figura. Não sei se o homem dorme, sonha, ou tão somente descansa de um ror de dias sem nada fazer. Basta-me saber e isso alegra-me, que terá contado mais um dia de vida, que não de vício E quem como ele o consegue fazer sem as tão preciosas (e dispendiosas ajudas), tem de ser louvado a dobrar, até pelo facto de (até à data e oxalá que para sempre), ter conseguido erradicar não uma, mas de duas doenças. Força rapaz!!! Dos fracos? Também reza a história.


De Jarmeleiro a 17 de Março de 2009 às 22:09
Ora inda bem que o comentador Sentinela teve as aldrácias de falar neste assunto. Eu conheço melhor o pai, o Zé Piqueno, e foi ele que em dada ocasião inquanto bebiamos im copo no mercado da Miusela me falou com grande amargura e de lágrimas nos ollhos dos achaques do rapaz. Iinda bem que ele encarreirou. Por via disso pra ele com o cuntributo do grane poeta do povo António Aleixo, aí vai este verso.

Porque o mundo me empurrou,
Caí na lama, e então
Tomei-lhe a cor mas não sou
A lama que muntos são.

Desgraçadamemte não foi o primeiro nem áde ser o ultimo.
Uma boa noute pra todos.


De J.B. a 22 de Março de 2009 às 15:06
Boa Jarmelriro ;
Tambem gostei desta. E com o lamassal que crassa por este país e pelo mundo fora, esta tua achega é mesmo uma grande pedrada no ( lamacento) charco.


De J.B. a 22 de Março de 2009 às 23:58
Ora, se disse e bem lamacento, porque não escrever lamaçal?
Nisto só se perdoa a Jarmeleiro.
J.B.


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Lendas de Portugal

. Requiescat in Pace, Ana D...

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds