Sábado, 1 de Abril de 2017

O Presidente Marcelo visita Vilar Maior!

Resultado de imagem para presidente marcelo rebelo de sousa

Até parece mentira! Mas não é. Como sabemos o actual governo, geringonçoso que seja, está mesmo apostado em implementar uma estratégia de coesão territorial, desenvolvimento e valorização do interior do país e como sabemos criou uma Unidade de Missão para a Valorização do Interior, presidida por uma docente da Universidade de Coimbra que agora  vai começar a apresentar os planos para diversas localidades do país. Ora, segundo fontes bem informadas o local escolhido para esse efeito será Vilar Maior. As razões desta escolha terão a ver com o fato de ser uma comunidade que espelha de forma perfeita o que aconteceu no interior do país a partir de meados do sécul XX. Por outro lado, trata-se de uma aldeia com potencialidades para, através de alguns projetos específicos, se poder tornar também um exemplo de como é possível inverter a situação. Ao que sabemos haverá uma forte aposta no turismo em várais dimensões. O turismo ligado aos monumentos e à história, o turismo ligado à observação e fruir da natureza ligado ao rio Cesarão (está prevista a recuperação das Eiras, o cultivo das Hortas da Ribeira com as culturas tradicionais e com os sistemas tradicionais de cultivo, nomeadamente, o funcionamento de Picotas e de uma Nora. Haverá um passadiço em madeira que começa na ponte românica e, passando pelo Poço da Andorinha, Poço da Dorna, Poço Fundo, Fraga vai atá ao pontão do Pinguelo, onde será restaurado um moínho. Ao longo do percurso haverá postos para observação de aves, de rochas e de plantas autóctones. Será construído um posto de observação astronómico (o céu estrelado de Vilar Maior é fabuloso) no Castelo. 

Toda a parte histórica será restaurada. O forno passará a cozer, e um moínho a moer. A Ideia central é restaurar todo o ciclo natural com as correspondentes actividades económicas e actividades culturais correspondentes. Com efeito, irão ser restaurar muitas das actividades agrícolas, pastoris e artesanais tradicionais: voltaremos a ouvir as bigornas dos ferreiros, a chiadeira dos carros de bois,  ... Vilar Maior constituir-se-á num museu ...  mas num museu vivo em que o visitante pode revisitar uma comunidade agrícola da primeira metade do século vinte. 

Deste modo, o turismo será a grande fonte de receita, mas um turismo que assenta na reconstrução de uma economia rural tradicional. Não faltará gente que queira revisitar as suas próprias memórias, investigadores, visitas de estudo ... Na medida em que cada vez o mundo se torna mais artificial a procura da natureza será cada vez maior. Vilar Maiorcom este projeto vai conciliar o conforto moderno com a vida natural.

Sabemos de fonte fidedigna, que houve contatos do Primeiro-Ministro com o Presidente da República para que um plano tão ambicioso pudesse contar com o supremo magistrado da Nação o qual terá mostrado todo o interesse, estando em curso, por isso, o acerto da data. 

 

 

 

publicado por julmar às 10:30
link do post | comentar | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Ter uma aldeia

. Porque hoje é dia da mãe

. O que me liga ao concelho...

. Os Martírios da Paixão

. Restaurar a Forca da Vila...

. Requiescat in Pace, Mique...

. O Presidente Marcelo visi...

. Requiescat in pace, Alexa...

. Gente da Vila, Quem são?

. Visita do bispo a Vilar M...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds