Quinta-feira, 13 de Outubro de 2016

Por Terras do Sabugal, passo a passo - Batocas

batoc.jpg

Visita em 2-10-2016; Percurso - A. Ribeira- Batocas- A. Ribeira

É aqui que começa o concelho do Sabugal na parte mais a norte, junto da Raia. Subida até ao Alto de A. Ribeira com o sol a nascer em Espanha numa manhã fresca de domingo. Aqui entro na estrada 332 no sítio que se chama Carril e do nome poderemos deduzir que por aqui seria um sítio de passagem desde tempos anteriores à fundação da nacionalidade. Estamos no planalto de onde se avista quase todo o concelho do Sabugal, a serra da Estrela e a cidade da Guarda. Estamos na raia seca. Mais à frente, viramos à direita onde se encontra uma imagem em granito de Nossa Senhora dos Caminhos com profusa ornamentação de flores de plástico. Entrámos no povoado e há algo de diferente difícil de explicar talvez porque Portugal acaba aqui e aqui começa Espanha. As águas que aqui caem já se encaminham para os lados de Allamedilla d’el Choço essa aldeia que tinha padarias e inúmeros comércios onde se vendia o trigo (pão espanhol), as galhetas, o pimentão, o azeite, as sandálias, a pana, as enxadas e foices com que contrabandistas diurnos faziam o seu modo de ganhar a vida passando-os para Portugal sempre procurando iludir a vigilância da Guarda Fiscal e dos Carabineiros. E havia aqueles, que eram muitos, procuravam todas estas mercadorias para consumos familiares. A ti Pinta e a Rosa eram duas figuras bem conhecidas nestas mercancias. O medo era companheiro inseparável nestas viagens e ao passar aqui no posto da Guarda Fiscal o coração batia mais rápido, quando, correndo o risco de ficar sem nada, não se queria dar uma volta maior por detrás do cemitério ou ir lá baixo pelo ribeiro.

 O fato de aqui a pedra não ser abundante e de ter de se recorrer ao tijolo, da cerâmica da Marofa ou do Carril, levou a arquitetura das casas, já com uma influência espanhola, se distingam das casas de Aldeia da Ribeira da qual as Batocas é anexa. Muitas das casas estão em irremediável processo de erosão como esta que tem a marca de um dos maiores artistas da primeira metade do século XX, José Seixas, de Vilar Maior. 

Displaying IMG_4040.JPG

 

No princípio do século XIX não passaria de uma quinta que tinha já a atual igreja. Desta Igreja foi levado, em 1820, para Vilar Maior o Missal, dado que nas invasões Francesas, o de Vilar Maior, nos saques e destruições feitos pelos soldados invasores havia desaparecido.

Displaying IMG_2172.JPG

 

publicado por julmar às 11:55
link do post | comentar | favorito
|

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Requiescat in pace, Maria...

. Armário Judaico no Baraça...

. Citânia de Oppidanea

. Gente da minha terra

. Viagens ao pé da porta - ...

. Eleições à porta

. Requiescat in pace, Álvar...

. Contradições - O Riba-Côa...

. Ano 2051 - Senhora do Cas...

. Porque andas tu mal comig...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds