Sábado, 10 de Abril de 2010

Tempo de sementeiras

Os mais novos (tão poucos!) prefrem a criação de gado (vacas que cabras e ovelhas dão mais trabalho). São os velhos - Fernando Cerdeira, António Rasteiro, Zé Cruz, António Seixas, entre outros - que  com a agricultura tradicional dão um ar humano à paisagem. As suas hortas são oásis cada vez mais raros.
publicado por julmar às 22:15
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Encontros de Lisboa

(Foto cedida por Carlos Marques)

Antes da grande diáspora para França, os vilarmaiorenses rumavam a Lisboa na procura de melhores condições de vida. Várias famílias o fizeram na década de cinquenta. Uns puxavam os outros até se tornar numa comunidade que sentiam necessidade de anualmente conviverem e estreitarem laços. Dos mais velhos já poucos estão entre nós.

 

publicado por julmar às 22:10
link | comentar | ver comentários (5) | favorito

Ainda o Tantum Ergo

         Então, aí vai o original com a tradução. E na falta de reprodução do coro de Vilar Maior

sempre poderá recordar a música.  Claro que não é a mesma coisa! Mas aproxima-se.                      

 

    Tantum Ergo

Tantum ergo Sacramentum         Tão grande sacramento
Vê neremur cernui    .                 humildemente adoremos.
Et antiquum documentum            Da antiga Lei as figuras
Novo cedat ritui                          cedam ao novo rito
Præstet fides supplementum       Sirva a fé de suplemento
Sensuum defectui.                     À fraqueza dos sentidos
 
Genitori, Genitoque                    Ao Pai e ao Filho,
Laus et jubilatio,                       seja dado louvor e júbilo.
Salus, honor, virtus quoque        Saudação,honra,virtude
Sit et benedictio                        assim como a benção.
Procedenti ab utroque                Ao que de ambos procede(o Espírito Santo)
Compar sit laudatio.                  Os mesmos louvores demos
Amen.                                     Amém

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=wXET26zMrGY

publicado por julmar às 09:31
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Ponto de vista

Viajar, andar, caminhar, errar, mudar de lugar, mudar de vida, mudar de ideias, mudar de gentes é única forma de aprender, e aprender é a maneira mais interessante de viver.

A fotografia seguinte mostrou-me a Vila como nunca a vira.

publicado por julmar às 22:09
link | comentar | ver comentários (12) | favorito

Dia de Páscoa na Vila

(O atraso na publicação deste post deve-se ao facto de o sinal da Internet na Vila ser muito, muito fraco ... e já não há pachorra.)

Um dia de céu limpo com o sol a convidar aos soalheiros. Missa às nove horas da manhã com uma assistência a rondar as oitenta pessoas, seguida de procissão à volta do adro terminando com a bênção do santíssimo sacramento a que não faltou o cântico do Tantum Ergo Sacramentum. Aos que apenas o sabem de ouvido aqui vai a letra.

 

Tantum ergo Sacramentum
Veneremur cernui:
Et antiquum documentum
Novo cedat ritui:
Praestet fides supplementum
Sensuum defectui.

Genitori, Genitoque
Laus et jubilatio,
Salus, honor, virtus quoque
Sit et benedictio:
Procedenti ab utroque
Compar sit laudatio.
Amen

 

De tarde, a animação concentrada na Praça, em torno do Cimento: Jogo da Sueca dentro; fora valeu o aparecimento de dois forasteiros da malhada que desafiaram dois da vila para o Jogo da Raioila.

publicado por julmar às 11:44
link | comentar | ver comentários (11) | favorito
Sábado, 3 de Abril de 2010

Páscoa Feliz

A todos os frequentadores deste blog, a todos os amigos e conterrâneos uma Páscoa Feliz

publicado por julmar às 12:47
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Abril de 2010

Andar os Passos

Mais uma vez se cumpriu a tradição. Então, digam lá qual o Passo que merece o 1º lugar:

  

 

                                                                                                         Senhor do Aflitos

 

                                                                                                          Misericórdia

 

                                                                                                                 Rua de Cima

 

                                                                                                  Rua do Buraco

Praça
Muro
Cimo da Vila
publicado por julmar às 19:48
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quem é quem? A Chave

Quero agradecer, também publicamente, as fotografias (fotos antigas) que dos E.U.A. (Filadélfia) onde reside, me enviou o nosso conterrâneo José Simões Valente e que em mail enviado nos esclarece sobre quem é quem.

«(…) Quanto às pessoas que aparecem nas fotografias que lhe mandei, esclareço o seguinte:

1ªfotografia:

da esquerda para a direita as pessoas são: Mariana Simões, - Isabel Simões residente no Escabralhado – Marquinha Simões e Joaquim Simões (todos já falecidos). Filhos do sr João ferreira e Ana Valente. A fotografia foi tirada em frente da casa do sr Aurélio Valente.

2ª fotografia :

Da esquerda para a direita as pessoas são: Sr José Ribeiro, Srª Elvira Cardosa, Sr Júlio Lavajo, residente em Aldeia da Ponte, pai de Júlio Lavajo que casou em Vilar Maior com Fernanda Simões, por último, sr Joaquim Simões. Fotografia tirada nas traseiras da Capela do Sr dos Aflitos.

3ª Fotografia:

Da esquerda para a direita (era uma pessoa muito conhecida na vila, que vivia na casa do sr Alexandre (Praça) Ana Simões da Cruz, filha da senhora Patrocínia Simões, a outra prima e, a filha mais velha da senhora Mariana Simões, Joaquim Simões e a esposa ao lado. O miúdo que está no meio, é o neto do sr Aurélio Simões (Helder Rui, que é o meu filho), a última a minha esposa de nome Natália.

Mais tarde darei mais informações (…)

José Simões Valente

publicado por julmar às 19:45
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 1 de Abril de 2010

A última ceia

A Última Ceia

                                                                                   (Leonardo Da Vinci)

No tempo em que a liturgia era levada a preceito em Vilar Maior, 5ª feira santa, era o termo e o ponto mais alto da quaresma. Mão se podia trabalhar, ai do lavrador que junguisse a junta das vacas nesse dia! Dia de silêncio, de confraternização do pão e do vinho, do lava pés ... e da da negação de Pedro e da traição porque tem que haver sempre um Judas. Alguém tinha que ser porque as Escrituras tinham de se cumprir

publicado por julmar às 10:43
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Feliz Páscoa - Mandar rez...

. Igreja da Senhora do Cast...

. Gente da minha terra

. Manto Branco

. Projeto "Tornar Vilar Mai...

. Quando a festa virou trag...

. A Vila e suas gentes

. Requiescat in pace, Elvir...

. Requiescat in pace, Maria...

. Tornar a Vila numa aldeia...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

blogs SAPO

.subscrever feeds