Quinta-feira, 16 de Julho de 2015

Lembrando as ceifas

ceifa 2007.jpg

 

Em 2007 ainda éramos capazes de iniciativas como esta, com o trabalho principal do Zé Carlos. Enfim, um notável rancho de ceifeiros.   

publicado por julmar às 11:09
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Julho de 2015

As procissões de outrora VI

as proci V.jpg

 Os homens haviam partido para França e o Pálio ficoua cargo de jovens que tinham a vida toda pela frente.

publicado por julmar às 09:09
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Julho de 2015

IV FEIRA DE TALENTOS

Pelo quarto ano consecutivo vamos realizar a Feira de Talentos de Vilar Maior que, terá lugar no dia 8 de Agosto, integrando-se na Festa do Emigrante. 

 Nesta feira você, sim você, é a pessoa mais importante, quer se limite a cirandar por lá, quer compre, quer venda, quer faça um número qualquer desde que esteja presente. Mas já que lá está, porque não dar o melhor de si? Você merece que os outros o apreciem. Então, vá lá descubra, invente, faça qualquer coisa.

De preferência, não trabalhe sózinho: peça ajuda, ofereça ajuda, fale com os familiares, convide os amigos, incentive-os a colaborar consigo. Faça a sua parte que é também opinar, dizer o que se pode fazer numa feira assim, dê sugestões.

Falem, digam coisas, digam que vão participar, façam publicidade do que vão vender ou mostrar.Talvez nem sempre o segredo seja a alma do negócio, mas se o for, surpreenda-nos como nas feiras passadas nos surpreendeu o número do ti Fernando e da Céu (e do burro, não vá ficar ogado!), as antiguidades e os alfarrábios do Carlos Gata e do Fernando Cerdeira, o pão do Carlos Martins, os Cuscuréis da Carolina, o arroz-doce da Leonor e de tantos outros.

A feira é de quem a fizer e o objetivo é conseguir torná-la um evento de relevo na região.

Este blog VILAR MAIOR PRIMEIRO (vilarmaior1) tem como objetivo trabalhar para o engrandecimento da Vila e manter os vilarmaiorenses ligados às suas raizes. A feira é uma forma de o conseguir.

Aqui faremos toda a promoção da feira. E já sabe, é um lugar aberto onde pode livremente opinar, publicitar, informar. Todos os posts aqui colocados serão publicitados no grupo de Vilar Maior, no facebook que é por onde a informação corre mais.

Então, mãos à obra!

publicado por julmar às 19:15
link | comentar | favorito
Domingo, 12 de Julho de 2015

Cartaz - IV FEIRA DE TALENTOS

CARTAZ iv FEIRA 2015.png

 

 

publicado por julmar às 21:22
link | comentar | favorito
Sábado, 11 de Julho de 2015

Os novos pirilampos

VM noite da serpente.jpg

                                           (Fotografia de Carlos Fragoso) 

Tiro fotografias sem grande critério e admiro as fotografias daqueles que conseguem fazê-lo  de um modo que acrescenta algo em que não reparara, algo que se falasse francês me faria dizer: Oh La, la! E há gente a tirar fotografias de temas da vila com muito valor. As fotografias de Carlos  Fragoso encontram-se nesse número. Será tempo de aparecerem na IV Feira de Talentos que é onde os vilarmaiorenses, e não só, podem partilhá-los. 

Após tanta crítica à "SERPENTE", eis que afinal, nos é revelada a uma luz diferente. À Teresa, que já não se lembra dos arancus, fez-lhe lembrar os pirilampos a fazer esquecer a piroseira da chaparrada do cimento a espreguiçar-se no chão.  Quem pirou mesmo foram os holofotes dirigidos à torre de menagem. Aguardamos o seu rápido restabelecimento.

 

publicado por julmar às 11:42
link | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Julho de 2015

Os três Albinos da Vila

DSC_0007.JPG

                     (Comércio do Albino das Chitas)

Muito do que do mundo sei aprendi-o na Vila e, sem surpresa, continuo aprender. Que na Vila havia e há Albinos mais do que é comum, é um facto, basta puxar pela cabeça. Mas talvez não saiba que por volta dos anos vinte do século passado, sobressaíam na vila três Albinos representantes dos sectores agrícola, comercial e industrial, que o povo chamava: O Albino das Vacas, o Albino das Chitas e o Albino das Latas.

O Albino das Vacas era o Albino Marques, filho de um próspero lavrador: contou-me o próprio que foi ele que, no carro das vacas, transportou a pedra das ruínas da Igreja do Espírito Santo para a construção do corpo da capela do Senhor dos Aflitos, inaugurada no ano de 1925.

O Albino das Chitas era  o Albino Freire, concorrente na actividade comercial de António Gata, abastecia do popular tecido as gentes da Vila e arredores. Antes de estar sediado na rua de baixo, esteve sediado na casa onde viveu António Lucrécio como em letras quase ilegíveis sobre a porta, poderá comprovar. 

O Albino das Latas era o Albino Leonardo (Linardo na imprópria pronúncia do povo) tinha muita lata, folha de Flandres, que com a sua Isabel transformavam em utensílios, indispensáveis no quotidiano, quando o único concorrente era o barro , tão diversos: Baldes, latas, caldeiros, copos de beber e copos para as noras, cântaros para o vinho, funis, formas diversas incluindo as enchedeiras, candeias e lanternas e outros que me não ocorrem de momento. Carregada a mula com a obra, lá iam a feiras e mercados vender o produto. O negócio, fruto de um trabalho duro, tinha tão alta rentabilidade que não tardou a que se construíssem histórias sobre a prosperidade  alcançada. Valha-nos S. Cipriano!

 

publicado por julmar às 19:07
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 8 de Julho de 2015

O espetáculo não começou

DSC_0007.JPG

-Atão, a comédia esteve boa?, perguntou-me o sr Zé da Rebolosa. Só então, olhei para a praça e entendi do que falava.

- Não sr Zé, não houve comédia porque não havia pessoas.

- Pois olhe que na Rebolosa estava o Largo cheio. Sabe que moram lá mais de 400 pessoas.

Falei-lhe do tempo que vinham cá os triteiros que com acrobacias, magia, truques, vómito de labaredas, cantigas - lembra-se da Campanera do Zé Lito? - nos deixavam, garotos que éramos, fascinados.

 

publicado por julmar às 10:01
link | comentar | favorito

As procissões de outrora V

IMG_0366.JPG

 A procissão a chegar ao fim sob um sol abrasador bem visível no gesto do saudoso Zé Franco.

publicado por julmar às 09:44
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Julho de 2015

Relógio parado, ninguém dá corda ao tempo

DSC_0003.JPG

Incomoda-me que o relógio esteja parado dia após dia, semana após semana. Incomoda-me mais, ainda, que outros que mais se deviam incomodar não se incomodem. Que a erva cresça no jardim, que o museu não abra as portas, que a luz do castelo não se ascenda, que outras coisas mais não sejam como deviam ... mas que o sino bata as horas, que o tempo não passe assim. E para que a cantiga tenha sentido:

Ó Vilar Maior, ó vila

Duas coisas te dão graça

É o relógio na torre

E o Pelourinho na Praça 

publicado por julmar às 23:42
link | comentar | favorito
Domingo, 5 de Julho de 2015

Restituição de Caução

 


   


União de Freguesias de Aldeia da Ribeira, Vilar Maior e Badamalos, Município do Sabugal

Largo da Misericórdia, 9; 6320- 601 Vilar Maior

Contribuinte; 510 834 051-Tel./Fax. 271 647 531

Correio eletrónico; ufarvmb2013@gmail.com

       

 

Informação á população

Assunto - Restituição de Caução

 

António Bárbara Cunha, presidente da União de Freguesias de Aldeia da Ribeira, Vilar Maior e Badamalos, vem por este meio, a pedido dos Serviços da Camara, informar que se encontra a pagamento a Restituição da Caução relativa aos contratos de abastecimento de água celebrados entre os munícipes e o município.

As pessoas interessadas em receber o valor da caução a que tenham direito devem dirigir-se ao gabinete de apoio ao munícipe para requerer esse valor.

 

Vilar Maior, 29 de Junho de 2015

 

O Presidente da União de Freguesias de Aldeia da Ribeira, Vilar Maior e Badamalos

(António Bárbara Cunha)

publicado por julmar às 16:39
link | comentar | favorito

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Feliz Páscoa - Mandar rez...

. Igreja da Senhora do Cast...

. Gente da minha terra

. Manto Branco

. Projeto "Tornar Vilar Mai...

. Quando a festa virou trag...

. A Vila e suas gentes

. Requiescat in pace, Elvir...

. Requiescat in pace, Maria...

. Tornar a Vila numa aldeia...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

blogs SAPO

.subscrever feeds