Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018

Saudade das coisa simples ou como o tempo muda as coisas

O que vê na fotografia e o texto que a segue não são deste ano. Foi um post escrito neste blog em Fevereiro de 2016. Uma coisa impossível em fevereiro de 2018. Ver a terra de castanho escuro, os ribeiros secos e a ribeira sem água é para mim uma tristeza imensa. Meruges este ano, nem para amostra!

meruges.jfif

 

Se não conseguir juntar a boa vida a uma vida boa escolho sempre a última (é só uma pitada de filosofia!). A confecção de uma e outra não exige especial sabedoria. Já a combinação das duas tem mais que se lhe diga. No caso,  munido de uma tesoura e de um saco, arranjei uma boa companhia para um passeio pelas bordas do Cesarão até à Casa Branca (um lugar onde Deus podia ter criado Adão e Eva, assim o quisesse) onde desembocam as águas vindas das Canadas e em cujas águas correntes colhi as moruges ou merugens (à moda da vila) que limpas de outras ervas e bem lavada temperei com sal grosso, azeite e vinagre. Pão oferecido por um amigo que o fabrica com lenha da Correia, vinho oferecido por um familiar que o tem de seu trato e cuidado, queijo e enchidos do que se pôde arranjar ... bom se isto não é uma vida boa, o que é?

Por curiosidade, achei interessante ter encontrado em Londres, num supermercado, à venda moruges. Diferentes na quantidade, no preço, na cor ... quanto ao sabor não sei.

publicado por julmar às 18:07
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2018

Requiescat in pace, António Cerdeira

Agosto 2007 065.jpg

Durante muitos anos era a minha mãe que me informava do que acontecia pela Vila, nomeadamente as pessoas que faleciam. Pela primeira vez, desde há muitos anos, não passei o natal em Vilar Maior. Foi neste fim de semana que tive conhecimento do falecimento do senhor António, vizinho durante anos na rua do Buraco  (hoje Avenida das Escolas e da Filarmónica de Loriga), e com quem falava sempre nas minhas frequentes idas ao Lar da Bismula onde passou os últimos anos. Dele me  fica gravado como traço principal a sua cordialidade e bonomia. Condolências à família.

publicado por julmar às 12:27
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2018

Requiescat in pace, Lúcia Fernandes Valério

manel 20.jpg

 Tivemos conhecimento do funeral de Lúcia Fernandes Valério, nascida em 1950, filha de Manuel Valério  e de Deolinda Costa Fernandes. Sempre que morre um nosso conterrâneo(a) é um pouco de de nós que morre despertando em nós memórias antigas da casa em que vivia e dos seus familiares. Lembro bem a rua, hoje deserta, outrora apinhada de gente ( por detrás da Igreja) onde vivia o ti Manel e a ti Deolinda com os filhos Lúcia e João. O ti Manel, pequeno mas rijo, representa bem o jornaleiro de Vilar Maior, cuja ferramenta principal era a enxada,  a quem todos queriam como trabalhador. A Lúcia casou e residia em Nave de Haver e vinha sempre à Festa do Senhor dos Aflitos. À família enlutada, apresentamos sentidas condolências.

publicado por julmar às 16:52
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2018

Uma boa Notícia - Associação Cultural, Desportiva e Social de Vilar Maior

Poucas notícias me deixariam tão feliz como a que foi publicada no Facebook na Página de Vilar Maior, por Joaquim Simões: A reativação da Associação Cultural, Desportiva e Social. Criada há 47 anos, com o incentivo e apoio do pároco Francisco Vaz, como recordei em post de 10 de Outubro de 2016

http://vilarmaior1.blogs.sapo.pt/associacao-cultural-e-recreativa-de-456814

A composição da Comissão Instaladora é garantia do sucesso do renascimento da associação.

E permito-me a transcrição dos objetivos que se propõe a Associação Cultural, Desportiva e Social de Vilar Maior, os quais este blog sempre prosseguiu ao longo dos seus doze anos de existência:

a) Desenvolver a cooperação e solidariedade entre os seus associados e moradores, promovendo uma efetiva interação geracional, através do desenvolvimento de atividades físicas/desportivas, recreativa e culturais em qualquer modalidade e para todas as faixas etárias;
b) Contribuir para a preservação e divulgação do património cultural, material e imaterial, de Vilar Maior;
c) Celebrar protocolos de colaboração com outras entidades, públicas ou privadas, que facilitem a consecução dos seus objetivos;
d) Divulgar, quer em suporte de papel quer em suporte digital, o nome de Vilar Maior e o seu património, bem como as suas atividades;
e) Assumir-se como elo de ligação entre todos os naturais e amigos de Vilar Maior.

publicado por julmar às 10:50
link do post | comentar | favorito

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Dia dos irmãos, dia mundi...

. Porque hoje é o dia da mã...

. Requiescat in pace, Lurde...

. Requiescat in pace, Amade...

. Requiescant in pace, Isab...

. As procissões de outrora

. Saudade das coisa simples...

. Requiescat in pace, Antón...

. Requiescat in pace, Lúcia...

. Uma boa Notícia - Associa...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

.

blogs SAPO

.subscrever feeds