Quinta-feira, 16 de Maio de 2013

Uma Cantarada Excepcional e o desnorte da Malta dos Solteiros - Dr Leal Freire

Como já tivemos ensejo de referir, o estranho ao burgo que nele arranje arrange conversada, arrisca-se a pagar a patente, a comer as moras, em linguagem corrente com um certo travo, é certo, a prosa jurídica, atentos os resquícios a incumprimento. Normalmente, pagar é um acto doloroso, não sendo por mero diletantismo que á conta se  dá  mesmo o nome de DOLOROSA.

Mas aqui há quem goste de pagar.

Porque o amor é a sério e a conversada merece.

Ou porque o fasto acrescenta um ponto a estes dom juans de  rabona a quem o epíteto de conquistador provoca cócegas no céu da boca.

Depois o alguacil da Confraria dos Solteiros que  o increpou tinha lábia  para convencer o mais  céptico.

A rapariga era simultaneamente rosa da Alexandria e lírio de Jerusalém, exemplar pela beleza do rosto e a elegância do conspecto. Pura como as onze mil virgens e exornada de todas as qualidades que definem uma mulher. E quanto a bens do mundo, quem a levasse iria bem servida. Do avô constava que achara um pote de santanarias...corruptela a tender para o religioso de centenárias. Isto é de moedas cunhadas para assinalar um importante acontecimento. E o pai fora moleiro e lagareiro, daqueles que juntamente com os escrivões dão o mote   para  nove  ladrões....

Para reforçar o mote, evocava o Deus te  salve  cantadeira//Deus  te  cubra   de  benção

Lembrando a estrofe:

Tão linda qual Policenas

Sabia como a rainha de Sabá

Paciente como Jó

Humilde tal o Isá

Tudo quanto  é virtude

Naquela  mulher  é  que  há  

Enfim, com paciência e geito, o candidato  lá se esportulava. Pouco,  que  os teres   não  davam  para  grande  coisa. Mas de anos a anos, lá  caía  na rede  peixe  do mais  grosso. Então, dava para  tudo:

Para contratar os  grandes  acordeonistas  de  perto  e  longe - O  Chico Serra, dos Forcalhos; O  Zé Nobre, de  Alfaiates; O  Raul, da Bismula; O Giestas, de Quarta- Feira; O Landeiro , das Aranhas; Até o Manuel Augusto, do Salgueiro do Campo - o  mago  da   Orquestra Típica Albicastrense, onde  competira  com  a  grande   Eugénia Lima.

E, para, regressando às coisas do corpo, adquirir carrolas  de  trigo, pipas  de  vinho  e  meio  fato  de  cabritos, cabras  e  bodes.

Estas grandes caçadas são raras, não havendo nem  sequer  uma  em  cada  decada

E chegam mesmo a ser perigosas, muito perigosas  até, pelo excesso de  ramboia que  criam.

Com efeito, podem  gerar  um  ambiente   de  prolongada  histeria em  que  os vapores   do  alcóol pesando  continuadamente levem   a  confrontos, por vezes  trágicos.

Foi o que  aconteceu na vizinha  povoação de  Aldeia da Ponte, vai, não  tarda  para  um  século.

Um rico e generoso lavrador do  Jarmelo  enamorara-se   de  uma   formosa   e  abastada  senhora  daquela  freguesia   com  a  qual  veio  efectivamente   a  constituir   família.

Esportulando-se, deixou na Confraria dos Solteiros verba cabonde para algumas semanas  de  grande  pandega

O quarto copo e vinho  pode  despertar  o  maligno e  dá  para  a loucura.

Deixa-o beber à  vontade  e  verás  de  quem  ele  é  filho.

Surgiram  provocações  à   autoridade.

Esta, possivelmente em excesso de legítima defesa, abriu fogo sobre os moços mais destemidos, matando   dois.

O caso  deu  mote  para  cantigas  de cego  e sanfona.

Há em Aldeia da Ponte

Um talho de carne humana

O grande carniceiro

É a Guarda  Republicana

 

publicado por julmar às 17:41
link | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Feliz Páscoa - Mandar rez...

. Igreja da Senhora do Cast...

. Gente da minha terra

. Manto Branco

. Projeto "Tornar Vilar Mai...

. Quando a festa virou trag...

. A Vila e suas gentes

. Requiescat in pace, Elvir...

. Requiescat in pace, Maria...

. Tornar a Vila numa aldeia...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

blogs SAPO

.subscrever feeds