Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

S.O.S - Salvem o «Alto da Janelinha»

 Este é um dos lendários lugares de Vilar Maior. A visita com dois companheiros, no sábado da festa, à Presa de Vale de Castanheiros levou-nos de seguida ao Vale da Lapa onde se encontra a imagem da fotografia que dá pelo nome de Alto da Janelinha que tudo indica ser um lugar de excelente vigilância do que se passava no Castelo. A Janelinha com as rochas que a circundam constituem um património geológico que em qualquer parte do mundo civilizado mereceria especial protecção. Porém, o caminho até lá está feito e o camartelo está preparado para arrancar, partir e levar as rochas que a natureza teceu ao longo de milhões de anos. A troco do lucro de alguém perderemos para sempre a Janelinha.

Como poderemos impedir este atentado?

publicado por julmar às 20:47
link | comentar | favorito
19 comentários:
De "O Canivete" a 12 de Setembro de 2008 às 00:54
Infelizmente para quem já viveu uma grande parte dos anos que esta vida lhe destina, pode fazer comparações e dar-se conta de outros atentados semelhantes. Se hoje é o património geológico, ontem foi o património histórico, com uma pequena diferença; quando era ainda criança, quantas vezes vi pessoas adultas atirar pedras do alto das muralhas apenas para ouvirem o estrondo que faziam ao chegar ao solo!!!!-era assim como um sistema de "conta-gôtas "(perdoar-se-ia a natural ignorância). Agora é o património geológico que é subtraído deste local às carradas, para fins lucrativos, numa completa ignorância daquilo que é de todos.
Provavelmente para o ano esta singular "janela" já não existirá e apenas restarão fotografias como esta para lembrar aos vindouros sinais da sua existência.
É claro que chamar a atenção de quem de direito seria motivo para lhe provocar uma situação hilariante porque a ignorância, por vezes, começa naqueles que tinham obrigação de enxergar mais longe.


De SARA fERNANDES a 17 de Setembro de 2008 às 19:14
Sr canivete...
Não se fala sem certezas. E se alguém aqui está emcompleta ignorância não é quem extrei a pedra para comercialização(alguma coisa contra?) é quem iniciou toda esta conversa sobre o futuro do alto da janelinha...
Os maiores cumprimentos.


De SARA fERNANDES a 17 de Setembro de 2008 às 19:18
Sr canivete,
não se fala sem certezas. E se há alguém aqui que vive em completa ignorância não é quem extrai a pedra para comercialização, mas sim quem iniciou esta conversa do desaparecimento do alto da janelinha. E mais uma coisa, tem alguma coisa contra quem comercializa pedra?


De Anónimo a 12 de Setembro de 2008 às 15:06
Júlio:

Poderia ser interessante dar a conhecer ao ICN (Instituto de Conservação da Natureza) a situação.
Admito que a Delegação de Coimbra é quem tem a tutela. Posso conseguir-te o contacto do director que é um indivíduo excelente. Não custa tentar e divulgar no sítio certo pode valer a pena.

Paula


De Ribacôa a 15 de Setembro de 2008 às 23:25
Sem querer ser pessimista, não auguro nada de bom para esta pequena obra de arte gerada pela mãe natureza. O sítio nunca terá sido objecto de classificação e encontra-se inserido em propriedade privada onde o proprietário, de há uns anos a esta parte, vem explorando granito para comercialização. Sendo assim, a melhor maneira de evitar o óbvio, seria alguém chegar à fala com o mesmo tentando sensibilizá-lo no sentido de preservar a designada janelinha, bem como um determinado perímetro do espaço envolvente. A sugestão da Paula de dar conhecimento à entidade da tutela é mais uma hipótese, se bem que, pelos motivos que acima referi, pode tornar-se infrutífera. Porém, tal como ela diz, nada custa tentar.


De julmar a 15 de Setembro de 2008 às 23:57
Enviei para vários departamentos do Instituto de Conservação da Natureza o seguinte mail:
Venho por este modo chamar a atenção para um património geológico prestes a ser destruído. Situa-se o dito na freguesia de Vilar Maior no Concelho do Sabugal. De há anos a esta parte que o solo da freguesia da Malhada Sorda vem sendo esventrado para comercialização da pedra. Avançaram pelo Vale da Lapa até à Arrifana do Côa em direcção a Vilar Maior.
O lugar do Alto da Janelinha, segundo a tradição, local de vigia da torre de menagem e muralhas é uma construção natural de rara beleza, tendo nas proximidades sepulturas antropomórficas, um lagar cavado na rocha e um edifício de falcoaria. Consultando o endereço poderá ver fotografia do referido património.
http://vilarmaior1.blogs.sapo.pt/

Caso pretenda mais informações poderá solicitá-las a julmarjsm@hotmail.com
Convicto do interesse pelo assunto, despeço-me respeitosamente
Júlio Silva Marques


De SARA fERNANDES a 16 de Setembro de 2008 às 23:07
É verdade que o "Alto da Janelinha" se encontra em propriedade privada, propriedade esta que é dos meus pais.Pertencente a Arrifana do Côa. Quem explora a "pedra" nesse local envolvente é o meu irmão, não é ninguém da Malhada Sorda. Hoje aos mostrar a foto e tais comentários ao meu irmão, ele ficou surpreendido porque nunca teve intenções de destruir tal construção natural.E mais posso dizer, ele ao ver a fotografia ficou a pensar por uns momentos onde era esse local. Portanto garanto que não há tais intenções da parte dele para destruir tal construção.


De julmar a 17 de Setembro de 2008 às 11:17
Sara
Ainda bem que temos esta boa notícia da pertença da propriedade a pessoas responsáveis. Deste modo, todos ficaremos tranquilos.
Obrigado pela informação. Continue a participar neste blog


De SARA fERNANDES a 17 de Setembro de 2008 às 19:02
E posso ainda dizer que tudo o que é dito sobre o "Alto da janelinha" é tudo dito sem certezas, apenas se supoem. Sou aluna de turismo e posso dizer que por toda a raia e em Vilar Maior inclusive é pena o que fazem (ou melhor,o que não fazem) pelos verdadeiros monumentos, e a pouca importância que lhes é dada. Ai se fosse só o Alto da janelinha...


De Sentinela a 17 de Setembro de 2008 às 22:57
Sara.
Não sei se houve uma avaliação errada da situação por parte de quem lançou este alerta e se daí adveio algum excesso de zelo. O tempo o dirá, porque:
Foi recentemente aberto, através de máquinas, um caminho que termina bem perto da dita janelinha que, diga-se, se encontra (encontrava) num local de muito difícil acesso. Certamente que o mesmo não foi feito para servir alguém que pretenda visitar o lugar, até porque sem autorização tal é proibido ;
Depois, nestas coisas, gato escaldado de água fria tem medo. Você própria reconhece que em toda a raia, inclusivé em Vilar Maior, nada se faz pelos verdadeiros monumentos. Portanto, é tempo de se começar a fazer alguma coisa, como por exemplo alertar para a sua delapidação ou para a eminência de tal poder acontecer;
Não é necessário frequentar estudos na área de turismo par saber que a extração da pedra transfigura a paisagem. Por certo já circulou na estrada que vai da Malhada Sorda a Porto de Ovelha; Ora, você que me parece pessoa sensível às coisas da natureza o que acha dos solos esven- trados pelas pedreiras? Terão eles a mesma beleza paisagística dos outros que os rodeiam? E também não é necessário ser jurista para saber que o direito de propriedade não é um direito absoluto. Na minha horta posso fazer muitas coisas mas não posso fazer tudo o que quero e bem me apetece. Nada contra quem trabalha honestamente.
Tudo a favor do planeta terra.
Tenha uma boa noite.


De Sara fERNANDES a 19 de Setembro de 2008 às 14:55
Sr. Sentinela
De facto o caminho aberto k passa bem junto do alto da janelinha não foi para que as pessoas lá podessem xegar mais rápido, mas sim, para o meu pai(proprietário do terreno), podesse ter um acesso mais livre (sem giestas,etc) para poder chegar com mair facilidade aos cítios pretendidos, como por exemplo ir dar comer as vacas...
E sim toda a paisagem que é afectada com a retirada de pedra do solo fica destruida, mas o tempo que lá se passa nesse local é inserto. E o ICN tem regras colocadas para essas pessoas que extraiem pedras para colocar o local com o minimo de qualidade.
como já disse, se fosse só o alto da janelinha...


De "Tília" a 19 de Setembro de 2008 às 15:25
Queria apenas deixar uma nota que não tem a ver com o assunto em questão. Não pretendo que vejam nisto uma tomada de posição de alguém que quer arvorar-se em professor de português. Creio que todos já repararam que muitos pareceres são descritos com alguns erros ortográficos, acontecendo de uma maneira assaz gratuita. Por debaixo deste quadro existe uma nota que diz "verificar ortografia"....basta-nos submeter o texto escrito e poderemos de imediato "emendar" os erros existentes.
A minha intenção é tão somente chamar a tenção de quem, por distracção , não tenha reparado nesse pormenor . Eu costumo submeter o texto a esse teste!!!!.


De Lian a 19 de Setembro de 2008 às 21:37
Atenção que esse corrector ortográfico nem sempre é de fiar. Em certos casos, pior que os erros ortográficos é o péssimo português. E aí não há corrector que nos valha.


De julmar a 19 de Setembro de 2008 às 22:12
A Lian tem razão, em parte. Um verificador ortográfico é apenas isso. E isso é bastante, pois esttou em crer que corrigirá perto dos 100%. A parte que não consegue depende de uma competência superior que tem a ver com a sintaxe. Penso que é à sintaxe que se refere quando fala do péssimo português.
À Tila, embora não me sinta muito necessitado, agradeço a sugestão porque confesso que nunca me havia apercebido dessa ferramenta extraordinária que é o VERIFICADOR ORTOGRÁFICO. Tanta reguada que se teria poupado no meu tempo de escola primária!
E feita a experiênci a ao submeter este post apontou-me os seguintes erros: esttou ,
Lian e Tila.
Pelo menos para as gralhas vai-me dar um jeitão


De Anónimo a 19 de Setembro de 2008 às 22:36
E o burro (cego) sou eu?? Hahahahahahaha ....


De Manuel Maria a 24 de Setembro de 2008 às 15:27
Ora... "para quem é bacalhau basta!"


De Africana a 19 de Setembro de 2008 às 18:05
"BOA"

(Não resisti, tive que comentar)



De jarmeleiro a 19 de Setembro de 2008 às 22:12
Eu cá por mim não presiso dessa coisa de dicionário ou lá o que é. Nunca ninguém me disse que pra escrever neste blog era preciso ser dotor. Pra esses , os dotores e muntos outros que andaram anos a chupar o dinheirinho dos pais (não todos) ás vezes ganho sabesse lá com que custos é que será vergonha darem erros, não pra mim que já foi de adulto que tirei a 4a classe na escola noturna a seguir ao 25 de abril. E quando não forem capaz de entender o que é que escrevo é só dezerem que eu esplico melhor. Eu até penso que quando acomparado com muitos letrados (principalmente os mais novos) que me mandam mensages pro telemovel das quais nada entendo, até sou um barra. Há muntos que, calhando nem sabem entrar neste blog pra escever coisa nenhuma.
Munto bonoite a todos e votos de bons comentários.
JARMELEIRO


De "Tília" a 19 de Setembro de 2008 às 22:29
Quem dá o que tem, a mais não é obrigado. Devo dizer que até gosto de ler os comentários de Jarmeleiro, da maneira como os trás à estampa e do seu conteúdo.
A minha chamada de atenção(?) dirigia-se especialmente para aqueles que me parece, "teriam obrigação" evitar esses erros ortográficos.


Comentar post

.Memórias de Vilar Maior, minha terra minha gente

.pesquisar

 

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Tornar Vilar Maior uma al...

. A noiva arraiana

. Tornar Vilar Maior uma al...

. Os Lúcios da Vila e os ou...

. Requiescat in pace, Leono...

. Feliz Páscoa - Mandar rez...

. Igreja da Senhora do Cast...

. Gente da minha terra

. Manto Branco

. Projeto "Tornar Vilar Mai...

.arquivos

. Julho 2021

. Junho 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.links

.participar

. participe, leia, divulgue, opine

blogs SAPO

.subscrever feeds